30 de março de 1814: aliados contra Napoleão rompem defesa de Paris

Em 30 de março de 1814, com o recuo de Napoleão ao interior da França, forças aliadas contra o imperador francês entram em Paris

Em 30 de março de 1814, após um ano de luta além de suas fronteiras, o imperador Napoleão Bonaparte viu-se forçado a recuar para o interior da França. Enquanto ele tomava refúgio no interior e se preparava para continuar a resistir, a capital francesa, Paris, foi ameaçada por tropas russas, austríacas e prussianas. A defesa da cidade estava a cargo do irmão de Napoleão, José Bonaparte.

No dia 30, as forças da Coalizão convergiram sobre Paris. Os russos foram bem sucedidos em tomar Romainville, no meio das linhas francesas. Horas depois, o marechal prussiano Blücher atacou pelo norte e tomou Aubervilliers, mas não prosseguiu além disso. 

Enquanto isso, tropas de Estados alemães menores, como Württemberg, avançaram e firmaram posição no sul, em Saint-Maur. Aproveitando o bom momento, os russos lançaram-se num ataque frontal, mas foram repelidos pela Guarda Imperial francesa. 

Estes soldados continuaram a segurar a linha até que os prussianos chegaram e atacaram por trás. O exército russo então firmou-se nas colinas de Montmartre, um grande posto defensivo onde José Bonaparte havia montado seu quartel-general. 

Frente aos progressos do inimigo, José fugiu da cidade. O marechal francês Auguste de Marmont então assinou um acordo com o comando das forças aliadas e acertou a rendição das tropas imperiais em Paris. No fim do dia 31 de março, soldados da Coalizão marchavam pela capital francesa.

Ao saber da rendição de Paris, Napoleão ficou furioso. Ele estava em Fontainebleau quando recebeu a notícia e se pôs de prontidão para avançar sobre a capital e reconquistar a cidade, mas seus marechais se recusaram. 

A 4 de abril, o imperador abdicava em favor do filho, mas as potências europeias se recusaram a reconhecer a sucessão e impuseram a Napoleão o chamado Tratado de Fontainebleau, no dia 11 do mesmo mês, que exigia a desistência completa do seu direito ao trono e o mandava para o exílio na ilha de Elba. Um Bonaparte relutante ratificou o tratado dois dias depois, encerrando a guerra da Sexta Coalizão.

 

Da redação do Para Onde Ir com texto da Wikipedia

Related Posts
23 de março: dia de homenagear o grande Chico Anysio
Chico Anysio, criador de mais de mais de 200 personagens, perfeitamente identificáveis, morreu em 23 de março de 2012, em odores de glória Hoje, 23 de março, é dia de homenagear ...
READ MORE
Fopto: Agência Sputinik
Um dos heróis da corrida espacial, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin, primeiro homem a ir ao espaço, morreu de um fatídico acidente aéreo Em 27 de março de 1968, Yuri Gagarin, ...
READ MORE
23 de fevereiro de 1455: Bíblia de Gutenberg é o primeiro livro impresso
O extraordinário inventor Johann Gutenberg escolheu a Bíblia para ser o primeiro livro impresso em tipos móveis. Dessa maneira, a obra ficou conhecida como a Bíblia de Gutenberg O extraordinário inventor ...
READ MORE
17 de março de 1991: plebiscito põe fim ao apartheid na África do Sul
Vigente desde 1948, o apartheid na África do Sul teve fim com plebiscito feito só com votantes brancos, último ato do segregacionismo Em 1948, tendo como primeiro ministro o pastor protestante ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
Material que além de resistente é biodegradável, o aço, rei da construção civil, ganhou impulso no Brasil após a criação da CSN Esta data homenageia um dos materiais de maior importância ...
READ MORE
7 de março de 1808: família real portuguesa chega ao Rio
Fugindo das tropas de Napoleão Bonaparte e com apoio dos ingleses, família real portuguesa chega ao Rio para mudar história do Brasil Sérgio Botêlho - Depois de passar por São Salvador ...
READ MORE
Dia 21 de março: Dia Internacional de Luta contra a Discriminação Racial
Em 21 de março de 1960, negros sul-africanos foram massacrados pelo apartheid; a ONU fixou o dia como de luta contra a discriminação racial A primeira coisa que é preciso ressaltar ...
READ MORE
13 de março de 2013: argentino é eleito e assume como Papa Francisco
Pela primeira vez na história um latino-americano e jesuíta era escolhido para comandar a Igreja e se tornar também o primeiro Papa Francisco Em 13 de março de 2013 o mudo ...
READ MORE
12 de março de 1537: ganha foro o Arrecife dos Navios, futura Recife
Nesta data, Duarte Coelho, donatário da Capitania de Pernambuco, recebe a Carta de Foral sobre o ancoradouro que viria a ser o Porto do Recife Em 12 de março de 1537, ...
READ MORE
Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz é lançado em 04 de março de 1999
Vencedores do Prêmio Nobel da Paz lançam Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz e Não-Violência, em Paris, que continua aberto a assinaturas Em 04 de março de 1999, um grupo ...
READ MORE
23 de março: dia de homenagear o grande
27 de março de 1968: morre, em acidente
23 de fevereiro de 1455: Bíblia de Gutenberg
17 de março de 1991: plebiscito põe fim
9 de abril: Dia Nacional do Aço distingue
7 de março de 1808: família real portuguesa
Dia 21 de março: Dia Internacional de Luta
13 de março de 2013: argentino é eleito
12 de março de 1537: ganha foro o
Manifesto 2000 por uma Cultura de Paz é

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.