Bananeiras: clima de serra, casario preservado e muita história

Parte do perímetro frio da Paraíba, Bananeiras transpira simpatia e cenários típicos de ricas épocas de domínio do café e da cana de açúcar

Numa época em que sequer o trem era opção logística, Bananeiras produzia um café de qualidade, a ponto de rivalizar com o café produzido em São Paulo. Segundo relata o portal Destino Paraíba, do governo estadual, o município produzia cerca de 1 milhão de sacas, ao ano, por volta da segunda metade do século XIX.

A produção tinha de ser escoada de forma precária, pois o trem somente chegaria décadas depois do boom do café bananeirense, prejudicando a concorrência com os paulistas, portanto. Na chegada da ferrovia, em 1922, já a produção cafeeira daquela bela cidade paraibana sofria forte declínio por conta de uma praga.

Antes do café, Bananeiras vivia da cultura da cana de açúcar, comum a toda a região brejeira paraibana. Assim, da riqueza oriunda desses dois ciclos econômicos que produziram muita riqueza ao município, a cidade guarda, ainda hoje, casarões e prédios emblemáticos bem representativos daqueles períodos históricos.

Conforme descreve o Destino Paraíba, “o patrimônio arquitetônico (casario) do Município é muito rico (mais de 80 edificações catalogadas pelo IPHAEP), sendo que a grande maioria desse patrimônio encontra-se em bom estado de conservação e em 2010 a cidade foi tombada como patrimônio histórico do estado da Paraíba, pelo IPHAEP”.

Artesanato

Destaque ainda para o artesanato, especialmente na manipulação da madeira, bambu, cabaças e derivados da bananeira. “Bonecas de pano, além da palha da bananeira; na produção de bolsas, escarcelas, pastas, caixas, santos, bonecos, cadernetas para anotações e bandejas, que são vendidas também no Sudeste do Brasil e no exterior”, realça o Destino Paraíba.

Caminhos do Frio

Hoje, juntamente com os municípios de Areia, Pilões, Remígio, Solânea, Serraria, Matinhas, Alagoa Nova e Alagoa Grande, Bananeiras faz parte de uma programação turística muito bem sucedida, que ocorre entre os meses de julho e setembro, denominado Caminhos do Frio, que atrai viajantes de todo o país, e, principalmente, da região Nordeste.

Mas, a qualquer época do ano, Bananeiras é destino de forte atração, na Paraíba, reunindo história, preservação arquitetônica e ambiental que destacam a cidade em diversos quesitos que fazem do turismo paraibano um dos mais notáveis da região.

Publicações sobre Economia do Turismo E-BOOK GRATUITO - Todas as praias de João Pessoa e Cabedelo, no Litoral Paraibano
Related Posts
Festa de Reis em Renascença. Crédito da foto: Prefeitura de Sapé
O município de Sapé é lugar de festas memoráveis entre as realizadas na Paraíba. Uma delas é promovida pelo distrito de Renascença e já é bastante tradicional: a Festa dos ...
READ MORE
Pinterest
Sérgio Botêlho - Não há data precisa de construção da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, embora se admita que tenha ocorrido em algum ano do século XVIII. Sabe-se, contudo, ...
READ MORE
Crédito: https://www.destinoparaiba.pb.gov.br/
É a cidade de Alagoa Grande o cenário onde viveram figuras e ocorreram revoltas extremamente importantes para a história da Paraíba Terra de Jackson do Pandeiro e de Margarida Maria Alves, ...
READ MORE
Mirante Altiplano. Youtube.
Sérgio Botêlho - De boas ideias o mundo está cheio. Algumas, no entanto, ficam perdidas na cabeça de quem as arquiteta. Outras, contudo, para o bem de quem é favorecido ...
READ MORE
Igreja da Guia: Crédito da foto: Trilhas dos Potiguares - Governo da Paraíba
Sérgio Botêlho - Há, na Paraíba, mais precisamente no município de Lucena, um dos mais belos e emocionantes monumentos sacros, dos tempos coloniais do país, dedicados à fé católica: a ...
READ MORE
Pedra do Amor, no Conde: moldura inesquecível. E a praia? Vixe!!!
Sérgio Botêlho - As praias do Litoral Sul da Paraíba guardam, em seu conjunto, cenários paradisíacos, como a Pedra do Amor, um incidente espontâneo em perfeita sintonia com a natureza ...
READ MORE
Praia do Tambá. Reprodução trilhasdospotiguaras.pb.gov.br
A imensamente paradisíaca Praia do Tambá ou Tanguá, na Paraíba, é mais uma das maravilhas do litoral marcadamente indígena de Baía da Traição Sérgio Botêlho - É impressionante! No fantástico litoral ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
Estado fica entre os primeiros colocados marcando nota 9,83 no quesito transparência pública, acima da média dos estados Estado da Paraíba está entre os primeiros colocados na Escala Brasil Transparente (EBT) ...
READ MORE
Igreja do Carmo. Foto: Iphan
Sérgio Botêlho - A Igreja de Nossa Senhora do Carmo, na Praça Dom Adauto (Praça do Bispo), em João Pessoa, é mais uma construção antiga na capital da Paraíba cujos ...
READ MORE
Pôr do Sol na Praia do Jacaré. Crédito da foto: https://turismo.joaopessoa.pb.gov.br/
Sérgio Botêlho - Desde que Jurandy resolveu tocar, em seu sax, o emocionante Bolero de Ravel, em meio aos pores do sol na Praia do Jacaré, na Paraíba, nunca mais ...
READ MORE
Festa de Reis: tradição e muita alegria em
Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em João
Alagoa Grande: terra de vultos históricos e de
Mirante do Altiplano: visão espetacular da orla paraibana
Igreja de Nossa Senhora da Guia: obra colonial
Pedra do Amor, no Conde: moldura inesquecível. E
Você já foi à praia do Tambá? Não?
Paraíba sobe 12 posições em transparência pública
Igreja do Carmo, em João Pessoa: obra católica
Pôr do sol na Praia do Jacaré: admirável

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.