22/fevereiro/1943: jovens Rosa Branca são assassinados pelo nazismo

Movimento Rosa Branca reunia jovens católicos que denunciavam, em pleno terror hitlerista, o que realmente representava o regime

Não se pense que a ascensão do nazismo na Alemanha aconteceu sem resistência. Além da esquerda, outros democratas germânicos se puseram em movimento contra o terror implantado por Hitler.

Um desses movimentos antinazistas foi o Rosa Branca (em alemão: Weiße Rose) foi um não-violento, de inspiração católica surgido na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. 

Os seus membros mais notórios foram Sophie Scholl, Hans Scholl, Alexander Schmorell, Willi Graf, Christoph Probst e o Prof. Kurt Huber. Todos eles foram guilhotinados pela Gestapo em 1943 depois de Sophie ser presa com panfletos antinazistas. 

Seus panfletos tinham trechos do apocalipse e frases antinazistas e eram deixados nas caixas de correio da população alemã, chamando a atenção para o que realmente representava o nazismo. 

Munique

Com a ajuda de um pequeno grupo de colaboradores, eles distribuíam estes panfletos por endereços, em Munique, que sorteavam a partir da lista telefônica.

Alguns eram entregues pessoalmente em endereços de Munique e outros eram levados por mensageiros de confiança para outras cidades.

Em julho de 1943, milhões de cópias do último panfleto da resistência, contrabandeado para o Reino Unido, foram lançadas sobre a Alemanha pelos aviões dos Aliados. Os membros da Rosa Branca, especialmente Sophie, tornaram-se ícones na Alemanha do pós-guerra.

Num 22 de fevereiro de 1942, três deles foram presos e executados na guilhotina. Ainda hoje esses mártires da resistência antinazistas são glorificados na Alemanha, e a luta desigual e corajosa que empreenderam tem servido de exemplo à defesa da democracia.

Entre as homenagens feitas aos seus integrantes estão a rebatismo da principal sala da faculdade de Medicina das Forças Armadas da Alemanha (Bundeswehr), em Munique, de Hans Scholl, em 2012; e do complexo do Exército em Hochbrück de Christoph Probst, em 2019, além da moeda especial de Sophie Scholl em 2020.

Fontes:

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/02/130222_resistencia_alemanha_fn

https://pt.wikipedia.org/wiki/Rosa_Branca

Vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=ipvf_PdM2dg

 

You may also like

One thought on “22/fevereiro/1943: jovens Rosa Branca são assassinados pelo nazismo

Leave a Reply