Dia Nacional do Livro Didático é comemorado neste 27 de fevereiro

Trajetória do livro didático no Brasil começou em 1929, quando criado o Instituto Nacional do Livro (INL), com a função se legislar esta área

Trajetória do livro didático no Brasil começou em 1929, quando criado o Instituto Nacional do Livro (INL), com a função se legislar esta área

O livro de forma geral, surgiu pela necessidade dos humanos em registrar suas histórias e suas ideias e crenças através dos tempos. Antes do livro, isso já vinha sendo feito de diversas maneiras, iniciando-se o processo pelas inscrições rupestres.

O formato antigo mais próximo do que é o livro hoje foi o Codex ou Códice. Os códices (ou codex, da palavra em latim que significa “livro”, “bloco de madeira”) eram os manuscritos gravados em madeira, em geral do período da era antiga tardia até a Idade Média. 

Manuscritos do Novo Mundo foram escritos por volta do século XVI. O códice é um avanço do rolo de pergaminho, e gradativamente substituiu este último como suporte da escrita. O códice, por sua vez, foi substituído pelo livro. As primeiras comunidades cristãs foram as responsáveis pela substituição gradual do volumen (o rolo antigo) pelo códice.

Mas, foi um alemão chamado Gutenberg que inventou a prensa e os tipos móveis e essa sua invenção iria revolucionar a história da produção de livros, pois agora os livros seriam impressos e não mais copiados a mão.

O primeiro livro impresso por Gutenberg ficou conhecido como a Bíblia de Gutenberg, reconhecida como obra-prima da impressão e do artesanato refinado. A classificação se deve ao seu tipo gótico nobre, ricamente impresso na página. O texto é a tradução latina conhecida como Vulgata, feita por São Jerônimo no século IV.

O livro didático

Alguns autores sugerem que o livro didático surgiu no século XIX como complemento aos en­sinamentos que não constavam na Bíblia. Já outros autores dizem que o livro didático sempre fez parte da cultura escola, mesmo antes da invenção da imprensa.

No Brasil as primeiras ideias sobre o livro didático surgiu em 1929, com a criação do Insti­tuto Nacional do Livro – INL, esse instituto foi criado para legitimar o livro didático nacional e auxiliar na sua produção. Mas tudo isso ficou no papel por muito tempo, foi apenas em 1934, no governo do presidente Vargas que o instituto começou a elaborar um dicionário nacional e uma enciclopédia e aumentar o número de bibliotecas públicas.

O livro didático é criado por um ou mais autores. O que difere dos demais livros é que esses autores contam com a ajuda de uma equipe de pesquisadores, consultores e colaboradores. Depois de impresso o livro tem de ser inscrito no edital público e uma comissão de professores universitários escolhidos pelo Ministério da Educação – MEC- verifica possíveis erros conceituais, de redação e de conteúdo.

Fontes:

Dia do Livro Didático

Códice

A origem do livro didático

You may also like

One thought on “Dia Nacional do Livro Didático é comemorado neste 27 de fevereiro

Comente