Governos do Nordeste são premiados por excelência nas gestões

Prêmios por excelência nas gestões foram entregues aos governadores João Azevêdo (Paraíba), Flávio Dino (Maranhão), e Wellington Dias (Piauí)

Prêmios por excelência nas gestões foram entregues aos governadores João Azevêdo (Paraíba), Flávio Dino (Maranhão), e Wellington Dias (Piauí)

São Paulo – A 10ª edição do Ranking de Competitividade dos Estados premiou ontem (30) governos dos estados do Nordeste pela gestão em excelência. Maranhão, Paraíba, Piauí, além de Alagoas, receberam o reconhecimento do Centro Liderança Pública (CLP). A premiação foi realizada na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). O CLP é uma organização suprapartidária que há 12 anos trabalha pelo uso eficiente dos recursos do Estado Democrático de Direito, com respeito absoluto à coisa pública.

A atuação dos governadores da região contrasta com a administração federal. Em plena pandemia, as gestões na região Nordeste estão preocupadas com políticas que façam a diferença para as populações locais. O diretor-geral do CLP, Tadeu Barros, destacou essa relação com o mundo real, indicadores educacionais, sustentabilidade fiscal, segurança, inovação. “O Brasil muitas vezes perde tempo com inimigos imaginários ao invés de enfrentar problemas reais que se apresentam na vida das pessoas todos os dias.”

O programa de Gestão Penitenciária do Maranhão foi premiado nacionalmente como referência de boas práticas. O Maranhão aumentou em 11 vezes o número de presos trabalhando, zerou o analfabetismo nas unidades prisionais do estado e transformou o cenário caótico simbolizado pelo presídio de Pedrinhas.

“Ao receber o prêmio, destaquei a conjugação, no sistema penitenciário, entre organização, controle, monitoramento e estímulo a trabalho e educação”, afirmou o governador Flávio Dino (PCdoB), em suas redes sociais. “O complexo de Pedrinhas era uma referência negativa mundialmente conhecida, abalando a segurança pública em todo o Maranhão”, lembrou o governador, sobre uma situação superada pela sua gestão.

Solidez e desenvolvimento

O estado do Piauí, por sua vez, subiu 14 posições em solidez fiscal, 10 em capital humano, seis em potencial de mercado e três em sustentabilidade social no Ranking de Competitividade do CLP.

“Investir em educação e capital humano é investir no desenvolvimento do Piauí e criar ambientes favoráveis para o crescimento do estado, em todo território nacional”, avaliou o governador Wellington Dias (PT) que é também presidente do Consórcio Nordeste. “O Piauí é o nono estado no Brasil em solidez fiscal e o 14° em educação. Nossa ousadia em investir em PPPs (parcerias público privadas), na infraestrutura das escolas, na tecnologia, em energias renováveis e no nosso povo de modo geral faz do Piauí um estado que os investidores olham com segurança”, completou.

Educação premiada

A plataforma Paraíba Educa ganhou o Prêmio de Excelência em Competitividade do CLP. “Um dia muito especial para a Paraíba e para todos e todas que amam esse estado”, comemorou o governador João Azevêdo Lins (Cidadania) sobre o prêmio que “vem para coroar essa série de conquistas que a educação paraibana nos últimos dois anos”. “Depois do melhor índice de ensino à distância do país, a plataforma Paraíba Educa ganhou esse prêmio do CLP após concorrer com mais de 200 projetos. Essa é uma das premiações mais respeitadas para a gestão pública brasileira, por isso eu fico muito feliz e honrado, enquanto paraibano, enquanto governador, estar recebendo esse prêmio”, disse o governador.

“Mas, acima de tudo, eu venho hoje como professor João Azevêdo. Eu estou aqui representando cada professor e cada professora da nossa rede estadual, pois foi graças à determinação e ao compromisso deles que conseguimos implantar, em tão pouco tempo, esse sistema de ensino à distância que está sendo reconhecido nacionalmente, mais uma vez”, ressaltou o governador da Paraíba, agradecendo aos que acreditaram nesse trabalho. “Por se dedicar para que os nossos mais de 256 mil alunos e alunas não ficassem para trás nessa pandemia. O trabalho conjunto dos que fazem a Secretaria de Educação, com os nossos professores e professoras fez a diferença para que chegássemos até aqui.”

Edição de SEO no Para Onde Ir: Sérgio Botêlho, com informações da Rede Brasil Atual

You may also like

Comente