Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em João Pessoa: fé, cultura e história

Sérgio Botêlho – Não há data precisa de construção da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, embora se admita que tenha ocorrido em algum ano do século XVIII. Sabe-se, contudo, que a destinação dada pelo governo tenha sido a de sede da Irmandade do Senhor Jesus do Bonfim.

inicialmente chamada Igreja do Bom Jesus, a hoje Igreja de Nossa Senhora de Lourdes passou a existir na Rua Bom Jesus dos Mártires, hoje denominada Rua das Trincheiras, mas que nesse meio tempo também se chamou Rua Epitácio Pessoa.

Século XIX

Pertence à primeira metade do Século XIX a maior sucessão de acontecimentos envolvendo a Igreja de Lourdes (como é hoje mais popularmente conhecida). 

Em 1828, a Irmandade do Senhor Jesus do Bonfim foi transferida para a Igreja do Colégio dos Jesuítas, expulsos do Brasil (que ficava entre os atuais prédios do Palácio do Governo e da Faculdade de Direito, e que foi derrubada para a criação do jardim do palácio).

Um ano depois, quem tomou posse da Igreja do Bom Jesus foi a irmandade Senhor Bom Jesus dos Martírios. Segundo consta, essa congregação de padres havia perdido, em 1810, terreno na Praça Pedro Américo, para um quartel. O prédio ainda hoje é ocupado pela Polícia Militar.

Ainda na primeira metade do século XIX, mais precisamente em 1817, nas paredes de frente da então Igreja do Bom Jesus foram expostos os restos mortais de Peregrino de Carvalho, paraibano herói da Revolução de 1817. Ainda hoje há uma inscrição no local sobre o infausto acontecimento.

Século XX

Então, damos um corte brusco na história, e vamos direto para a primeira metade do século XIX. Com a criação da Diocese da Paraíba, e a nomeação de Dom Adauto como primeiro bispo do estado.

Foi Dom Adauto quem criou, então, a Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes, desmembrando a Paróquia de Nossa Senhora das Neves, o que efetivamente ocorreu em 27 de setembro de 1913.

Em 1915 foi construída uma gruta, na parte de frente da Igreja, com a imagem de Nossa Senhora, que ainda hoje se constitui em atração do templo. Como também a placa que marca o local da exposição de Peregrino de Carvalho, aquela de 1817. 

Romaria

No último domingo de novembro, é da Igreja de Lourdes que parte uma das maiores romarias do estado, a Romaria da Penha, com centenas de milhares de romeiros. 

Por tudo isso, a Igreja de Lourdes é roteiro indispensável ao turismo histórico e religioso da capital paraibana.

Fonte:

Memória de João Pessoa – Igreja de Nossa Senhora de Lourdes

http://www.memoriajoaopessoa.com.br/acervopatrimonial/37.pdf

Video:

Imagem de Nossa Senhora da Penha chega à Igreja de Lourdes, de onde partirá em romaria, por quilômetros, até o Santuário da Penha4https://www.youtube.com/watch?v=P8to_0rmTDo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.