Embraer recebe mais pedidos internacionais de aeronaves

E MAIS, além da Embraer: Cursos para empresários no DF; MPF quer informações sobre Enem no domingo; Pará proíbe barcos vindos do Amazonas; Pará com quatro amostras de cacau no Salão do Chocolate, em Paris

E MAIS: Cursos para empresários no DF; MPF quer informações sobre Enem no domingo; Pará proíbe barcos vindos do Amazonas; Pará com quatro amostras de cacau no Salão do Chocolate, em Paris

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 24, de 15.01.2020

Embraer recebe mais pedidos internacionais de aeronaves

Apenas seis meses após a encomenda de aeronaves E2, a Congo Airways firmou novo pedido à Embraer para mais dois jatos E195-E2, que se soma à primeira encomenda de dois jatos E190-E2. O contrato das quatro aeronaves tem um valor total de US$ 272 milhões, de acordo com o preço de lista atual. Essa nova encomenda será incluída na carteira de pedidos firmes da Embraer do quarto trimestre de 2020.

Cursos para empresários no DF

Quinhentos empresários do Distrito Federal poderão fazer 30 cursos on-line e totalmente gratuitos para potencializar seus negócios. O Capacita DF é uma parceria entre a Secretaria de Empreendedorismo e a Associação das Startups do Brasil (Asteps). O lançamento será nesta sexta-feira (15), às 9h30, na sede do Simplifica PJ, em Taguatinga.

MPF quer informações sobre Enem no domingo

O Ministério Público Federal (MPF) oficiou, nesta quinta-feira (14), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a Secretaria-Executiva do Ministério da Educação (MEC), para que avaliem a possibilidade de adiamento da aplicação das provas do Enem no Distrito Federal. O risco de aumento expressivo de infecções pelo novo coronavírus na região motivou o questionamento. Os órgãos têm 24 horas para responder ao MPF. As provas estão marcadas para domingo (17). 

Pará proíbe barcos vindos do Amazonas

O governo do Pará decidiu proibir a entrada no estado de embarcações de passageiros provenientes do Amazonas, por conta da Covid-19. Já em vigor, a proibição consta do Decreto nº 1.273, publicado nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial paraense. Órgãos estaduais de segurança pública, como a Polícia Militar, vão fiscalizar o cumprimento da proibição.

Pará com quatro amostras de cacau no Salão do Chocolate, em Paris

Quatro amostras de cacau do Pará foram selecionadas para a premiação Internacional Cocoa Awards 2021, cujas inscrições terminam no próximo dia 31 deste mês de janeiro. O Pará se tornou o maior e mais eficiente produtor de cacau do Brasil, com 133 mil toneladas de amêndoas produzidas em 2019. E alcançou a maior produtividade do mundo com 26 mil propriedades, em 191 mil hectares, segundo dados da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac).

You may also like

Comente