Dia Mundial dos Oceanos autoriza prudência nas relações com a natureza 

Dia Mundial dos Oceanos, que transcorre neste dia 08 de junho, é momento importante para refletir as relações homem-natureza. “Contamos com os oceanos para alimentação, meios de subsistência, transporte e comércio. E, enquanto pulmões do nosso planeta e o seu maior meio de absorção de carbono, os oceanos desempenham um papel vital na regulação do clima global”. Assim se expressou nesta segunda-feira, 08, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Atualmente, o nível do mar está subindo devido às mudanças climáticas, ameaçando vidas e meios de subsistência em nações, cidades e comunidades costeiras e baixas de todo o mundo. Os oceanos estão se tornando mais ácidos, colocando em risco a biodiversidade marinha e as cadeias alimentares essenciais. E pior: a poluição do plástico está por todo o lado.

O tema deste Dia Mundial dos Oceanos é a inovação para um oceano sustentável. “Uma melhor compreensão dos oceanos é essencial para conservar as reservas de peixes e descobrir novos produtos e medicamentos. A próxima Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável dará impulso e uma estrutura comum à ação”, lembrou o secretário-geral.

“Apelo a todos os governos e a todas as partes interessadas para que se comprometam com a conservação e a sustentabilidade dos oceanos através da inovação e da ciência.”

Unesco

Em nota, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) lembrou que os oceanos cobrem dois terços da superfície da Terra e geram quase todo o oxigênio que respiramos. Regulam o clima no planeta, fornecem alimentos e vários outros serviços essenciais. Mais de 3 bilhões de pessoas dependem da biodiversidade marinha para sua subsistência.

Ações humanas têm colocado em risco os habitats marinhos. A presença de plásticos no oceano, por exemplo, aumentou em dez vezes desde 1980, levando à morte de mais de 1 milhão de aves marinhas e 100 mil mamíferos marinhos a cada ano.

A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável de 2021 a 2030. A programação está sob a coordenação da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (COI) da UNESCO. Ela visa a incentivar a colaboração científica internacional, bem como o gerenciamento sustentável dos oceanos com base na integração entre a ciência e a política.

Matéria completa acessando o link abaixo:

https://nacoesunidas.org/onu-oceanos-sao-pulmoes-do-planeta-e-maior-meio-de-absorcao-de-carbono/amp/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.