Argentina pode se tornar saída a brasileiras por aborto seguro

Argentina pode se tornar saída a brasileiras, com bom poder aquisitivo, que buscam aborto seguro e assistido. As pobres continuarão à deriva. Praias estão lotadas e vírus à solta. Perspectivas da infecção em janeiro são pessimistas.

https://paraondeir.blog/voos-internacionais/

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

Aborto

Sem alternativa, no Brasil, a Argentina pode se tornar o destino de brasileiras em busca de aborto seguro e legal. O Uruguai, onde o aborto também é legalizado, somente estrangeiras residentes no país há mais de um ano têm acesso ao serviço. Por enquanto, a permissão argentina, no caso de estrangeiras, também se resume a residentes. Mas, a regulamentação é que vai esclarecer o assunto, devidamente, dizem autoridades locais. 

Aborto II

Por enquanto, a saída para as brasileiras que procuram serviço legal e assistido para o aborto tem sido Portugal. Quer dizer: uma alternativa cara e somente disponível para as que têm alto poder aquisitivo. Como também pode terminar sendo, embora menos, a alternativa argentina. Quanto às pobres, o resultado, segundo reportagem do UOL, é que 1 milhão de abortos induzidos ocorrem todos os anos no Brasil, apesar da proibição. Do total de mulheres que abortam clandestinamente, 250 mil terminam hospitalizadas. Enfim, a cada dois dias morre uma mulher por conta de aborto clandestino. Portanto, uma questão de saúde pública.

Uruguai

Em agosto de 2017 (o aborto foi legalizado no Uruguai em 2011), o Ministério da Saúde Pública do Uruguai (MSP) divulgou dados sobre o avanço da política pública de saúde sexual e reprodutiva, que dão conta de que entre 2013 e 2016 o Uruguai registrou três mortes por aborto, nenhum deles realizado no sistema de saúde.

Portugal

Entre 2001 e 2007, antes da legalização, Portugal registrou 14 mortes maternas relacionadas a complicações pós-aborto, segundo um relatório da DGS publicado em dezembro de 2009. Entre 2011 e 2014, último ano com dados oficiais, o país não registrou nenhuma morte materna vinculada à interrupção legal ou ilegal da gravidez.

Praias lotadas e vírus à solta

Apesar de números menores do que em anos anteriores, a praia de Búzios, no Rio de Janeiro, está lotada para o final do ano. Todo mundo junto, sem máscara e misturado. Em várias outras praias brasileiras é a mesma coisa, em meio a novos recordes no número de mortos por coronavírus no país. Segundo especialistas no acompanhamento da pandemia, as chances de congestionamento hospitalar e mais mortes, em janeiro, são cada vez mais altas

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 30, em baixa de -0,33%, a 119.017 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,04%, a R$ 5,19.

DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA

E-BOOK GRATUITO - Todas as praias de João Pessoa e Cabedelo, no Litoral Paraibano 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.