Folia de Rua será atração da Casa da Pólvora nesta sexta, 12

Exposição vai mostrar história do Folia de Rua, com homenagens a Willis Leal e Raimundo Nonato (Bola), ambos falecidos em 2020

Exposição vai mostrar história do Folia de Rua, com homenagens a Willis Leal e Bola, falecidos em 2020

Folia de Rua na Casa da Pólvora
Foto: Secom-JP

As festas e aglomerações típicas do Carnaval vão ceder espaço para iniciativas que mantenham a essência do momento, sem colocar a saúde em risco. Para isso, a Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) abre, nesta sexta-feira (12), uma exposição que mostra um pouco do que é o Carnaval na cidade. Será o Abre Alas Cultural, que segue até o dia 28. 

Montada no Centro Cultural Casa da Pólvora, no Centro Histórico, a exposição se inspira no projeto Folia de Rua e apresenta ao público estandartes de blocos carnavalescos e outros símbolos. É um resgate histórico do carnaval de rua que vai acontecer através da exposição de máscaras, trajes e indumentárias. 

“A exposição Abre Alas Cultural está contextualizada num conjunto de ações que estamos fazendo para comemorar, de maneira silenciosa, o Carnaval de João Pessoa. Não temos carnaval de rua este ano por causa da pandemia. Então, combinamos com todas as associações, atores envolvidos no Carnaval que faríamos exposições nos nossos equipamentos de cultura para relembrar, valorizar e dar visibilidade ao nosso Carnaval”, declarou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves. 

De acordo com Ana Maia, diretora da Casa da Pólvora, os visitantes vão conhecer um pouco da história do Folia de Rua. “A ideia é que o cenário todo seja bem lúdico e vamos ter todos os cuidados em relação à Covid”, destacou. 

A expectativa é a reabertura dos equipamentos históricos, com sua ocupação, respeitando os protocolos sanitários definidos pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Temos todos os cuidados para que não haja aglomerações, além de termômetro, álcool em gel e entrada controlada”, explicou Ana Maia. 

Na Casa da Pólvora, foi trabalhada a perspectiva do Folia de Rua. Serão montadas exposição também no Casarão 34, no Paço Municipal, além da exposição já instalada no Hotel Globo. “Esta é uma forma de simbolizar o Carnaval de 2021 que foi cancelado em todo o país e não teremos festejos de rua”, acrescentou Marcus Alves. 

Serão prestadas homenagens ao jornalista e escritor Wills Leal e a Raimundo Nonato Batista Filho, o Bola, que foi presidente do Folia de Rua. Ambos faleceram em 2020.

You may also like

Comente