A Reforma Tributária e o ambiente político altamente conturbado

Arthur Lira se reúne com Rodrigo Pacheco em busca de entendimento para a agilizar a Reforma Tributária; ambiente é hostil

Sérgio Botêlho – Não convém duvidar da possibilidade de a reforma tributária ser aprovada pelo Congresso Nacional, este ano. Contudo, não é conveniente, da mesma forma, apostar na sua aprovação.

A matéria é de enorme dificuldade e reúne inúmeras contradições entre as unidades federativas, entre regiões, entre partidos, entre os poderes, entre os parlamentares, entre os segmentos econômicos, entre as diversas categorias sociais, enfim.

A história já anda complicada, uma vez que enquanto o governo e setores que lhe apoiam querem fatiar a proposta, com o objetivo de facilitar a aprovação de alguma coisa, há sérias divergências a esse respeito.

Essas divergências começam entre as duas Casas do Congresso Nacional. Enquanto o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, do PP alagoano, defende o fatiamento, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, do DEM mineiro, é defensor da proposta a mais ampla possível.

A pretensão de Lira é aprovar ao menos um aspecto da proposta, na forma do Projeto de Lei 3887, de 2020, que cria nova contribuição juntando o Programa de Integração Social (PIS) à Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins). O novo tritubo seria chamado de Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), com alíquota de 12%.

A proposta do PL vem do governo e é defendida pela equipe econômica, com o empenho do presidente da Câmara, que até dissolveu a comissão especial que estudava o assunto, com o objetivo de concretizar o fatiamento. Mas, falta combinar com os senadores.

Essa combinação, o presidente da Câmara vai tentar fazer esta semana, ao se reunir com o presidente do Senado que, até aqui, prefere considerar que a comissão especial continua valendo, uma vez que ela é mista e sua dissolução não foi combinada com os senadores.

Portanto, esta será uma semana importante do ponto de vista não somente do andamento dessa reforma tributária, ainda que por partes, mas também das duas outras reformas que tramitam na Câmara: a administrativa, também cheia de problemas, e a política, do mesmo jeito, altamente complicada no que diz respeito às suas teses.

Tudo isso junto com o andamento da CPI da Covid – com outra série de audiências marcadas para esta semana -, e denúncias sobre certo orçamento paralelo, com direito a superfaturamento na compra de equipamentos, especialmente na Codevasf, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, o que faz dos próximos quatro dias um tempo muito conturbado no parlamento, quando fica difícil abordar com êxito algum projeto, ainda mais tão cheio de divergências, como é a reforma tributária.

Escaninho Político

DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA 

Related Posts
Ouro Preto vai respirar cinema por seis dias, no início de junho, na 14ª CineOP
O cinema vai transformar a histórica cidade de Ouro Preto, antiga capital de Minas Gerais em centro de atenção cultural, durante seis dias, a partir de 05 de junho próximo, ...
READ MORE
Gestantes, puérperas e lactantes terão prioridade na vacina
Aprovado pelos senadores e e pelos deputados, projeto que determina prioridade a gestantes, puérperas e lactantes vai à sanção A Câmara dos Deputados aprovou na última quinta-feira (8) o Projeto de ...
READ MORE
Transporte, comércio e indústria com plano único de retorno, quer CNI
O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, defende que o poder público organize um planejamento conjunto da volta às atividades na indústria, comércio e transporte. ...
READ MORE
Dia mais ameno, teve até projetos aprovados; mas, segue a resistência oposicionista
Sergio Botelho Após as ações judiciais e policiais mais fortes, nos últimos dias, atingindo o setor político, essa quarta-feira, 11, pode ser considerado um dia mais ameno. Começa com a decisão ...
READ MORE
Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial amplia trabalho
1916Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba (Imeq-PB) tem investido na ampliação do trabalho de análise e validação de produtos O Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba (Imeq-PB) ...
READ MORE
Brasil agora tem 15 cidades metrópoles: mais 3 ganharam o posto
Brasil agora tem 15 cidades metrópoles com mais 3 que alcançaram posto. As novas metrópoles são Campinas, Florianópolis e Vitória. Dessa maneira, Campinas é a única metrópole que não é ...
READ MORE
Campus Party Brasil terá sessão dedicada ao empreendedorismo
No espaço “Fábrica de Empreendedores”, participantes do Campus Party terão oportunidade de conhecer o universo do empreendedorismo O Sebrae marca presença na segunda edição 100% online da Campus Party Brasil, que ...
READ MORE
Constituição de 1891 - Senado Federal
Após a proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, a primeira Constituição republicana foi elaborada em 3 meses por uma Assembleia Legislativa para isso reunida Menos de dois anos ...
READ MORE
Luiza apenas quer atender ao mercado, ao capitalismo, seus tolos!
Sérgio Botêlho - A ação do Magazine Luiza em busca de trainees pretos chocou os tolos. Especialmente aqueles que vivem falando de liberalismo econômico sem saber o que estão dizendo. ...
READ MORE
Flickr: Paulo Autuori A
Author
Doha Stadium Plus Qatar
Sérgio Botêlho Leio notícia, agora, de que o Botafogo de Futebol e Regatas pode trocar Antônio Lopes por Paulo Autuori na direção do futebol do alvinegro carioca. Não tenho elementos para julgar ...
READ MORE
Ouro Preto vai respirar cinema por seis dias,
Gestantes, puérperas e lactantes terão prioridade na vacina
Transporte, comércio e indústria com plano único de
Dia mais ameno, teve até projetos aprovados; mas,
Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial amplia trabalho
Brasil agora tem 15 cidades metrópoles: mais 3
Campus Party Brasil terá sessão dedicada ao empreendedorismo
24 de fevereiro de 1891: primeira Constituição republicana
Luiza apenas quer atender ao mercado, ao capitalismo,
Botafogo pode mudar direção de futebol.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.