7 de março de 1808: família real portuguesa chega ao Rio

Fugindo das tropas de Napoleão Bonaparte e com apoio dos ingleses, família real portuguesa chega ao Rio para mudar história do Brasil

Sérgio Botêlho – Depois de passar por São Salvador da Bahia, onde, em 22 de janeiro de 1808, Dom João VI decretou a abertura dos portos às nações amigas (especialmente à Inglaterra), a família real portuguesa chega à cidade do Rio de Janeiro.

Dom João VI e seu séquito vinham fugindo das ameaças francesas, sob o comando de Napoleão Bonaparte, de tomar Portugal, assim como queria fazer com a Europa inteira. Diante do perigo à família real, a decisão da Corte Portuguesa foi se mudar para a colônia, com o apoio e a cobertura dos ingleses, de quem eram aliados desde o Século XIV. A Inglaterra vinha opondo resistência armada contra as pretensões napoleônicas.

Na bagagem, contudo, os fidalgos lusitanos não trouxeram apenas novas despesas – e que foram muitas e revoltantes -, mas, também, novo status à colônia, que haveria de passar dessa condição mais simplória para a de Reino Unido de Portugal e Algarves, e apenas 14 anos depois, se tornado independente de Portugal.

Os problemas, eles foram muitos, com certeza, a começar pela desapropriação das melhores residências da cidade em favor dos membros da Corte, para desespero de seus proprietários. Afora a intensificação da cobrança de impostos no país inteiro, que findou provocando, entre outras escaramuças, a Revolução de 1817, em Pernambuco.

13 anos

As mudanças ocorridas no Rio de Janeiro (que já havia sido nomeada capital do Brasil, desde 1763) com os novos mandatários foi enorme, durante os 13 anos que Dom João VI e seus nobres pares desfrutaram das belezas e da hospitalidade das terras fluminenses. 

Durante esse período, foram criadas a Biblioteca Nacional, o Jardim Botânico, o Real Gabinete Português de Leitura, o Teatro São João (atual Teatro João Caetano), a Imprensa Nacional e o Museu Nacional, requalificando completamente o status urbano, social e econômico do Rio de Janeiro. Além de calçamento de ruas e saneamento. 

Somente em 26 de abril de 1821 é que a Família Real Portuguesa retornou a Portugal, com Dom João VI deixando seu filho Pedro de Alcântara na condição de regente do Brasil, mas que seria aclamado Imperador Constitucional do Brasil no dia 12 de outubro de 1822, após proclamar a independência do país pouco mais de um mês, antes, em 7 de setembro daquele ano de 1822. 

Fontes:

Família real portuguesa chega ao Rio de Janeiro

Video:

Histórias do Brasil – A Família Real vem morar no Brasil

Related Posts
Foro privilegiado: todas as atenções para o Supremo
Sérgio Botêlho Todas as atenções do dia estarão voltadas para o final do julgamento, no Supremo Tribunal Federal, da ação que deve por limites ao foro privilegiado para deputados e senadores. Pelas ...
READ MORE
Sertão da Paraíba pode ter nova instituição com cursos de Controle e de Gestão Ambiental
O desmembramento do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) poderá ser desmembrado possibilitando a criação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão da ...
READ MORE
Em semana curta, deputados querem instalar comissões e votar lei contra pirataria
Esta será uma semana politicamente curta. Próxima quinta-feira já é feriado em Brasília. Em três dias de trabalho, nos quais, muitos parlamentares estarão viajando, por antecipação do feriado, a Câmara ...
READ MORE
Café quente. Crédito: Canva
Pesquisa acadêmica constatou que o café está sendo servido muito quente e pode matar, já que, dessa forma, a bebida é cancerígena O café, em João Pessoa - não se sabe ...
READ MORE
Energia solar em Malta, na Paraíba
Energia solar na Paraíba foi motivo para um discurso do deputado federal Wilson Santiago, no plenário da Câmara. Na íntegra, o discurso: Venho à tribuna, nesta quarta-feira, para anunciar fato positivo ...
READ MORE
Senado: Projeto que proíbe sacolas e canudos plásticos está pronto para ir a plenário
Apresentado por um cidadão, no portal e-Cidadania, projeto de lei do Senado pode, enfim, proibir a circulação de sacolas e canudos plásticos, no Brasil, produtos alvos de permanente contestação por ...
READ MORE
DF tem primeira Câmara de Mulheres Empreendedoras
Com a tarefa de elaborar políticas voltadas para as empresárias e melhorar o ambiente de negócios no Distrito Federal, a Fecomércio-DF criou, nessa terça-feira, 08, a primeira Câmara de Mulheres ...
READ MORE
Cassino da Urca
A Câmara dos Deputados foi palco, nesta quarta-feira, 08, do lançamento oficial da Frente Parlamentar Mista pela Aprovação do Marco Regulatório dos Jogos, presidida pelo deputado Barcelar (Podemos-BA).Em discurso, no ...
READ MORE
1º de abril é Dia da Mentira ou Dia dos Bobos de Abril
O Dia da Mentira é uma tradição dos países ocidentais - e muito fortemente, no Brasil - em que as pessoas normalmente pregam peças em outras O Dia da Mentira, também ...
READ MORE
Crédito da foto: Agencia Senado
Morte de José Maranhão, decano do Senado, sensibiliza dezenas de colegas; “amigo, líder e irmão”, diz Veneziano Vital, vice-presidente da Casa Parlamentares usaram as redes sociais nesta terça-feira (9) para lamentar ...
READ MORE
Foro privilegiado: todas as atenções para o Supremo
Sertão da Paraíba pode ter nova instituição com
Em semana curta, deputados querem instalar comissões e
Pesquisa: café está sendo servido muito quente e
Energia solar na Paraíba é prioridade do MME
Senado: Projeto que proíbe sacolas e canudos plásticos
DF tem primeira Câmara de Mulheres Empreendedoras
Frente atuará na defesa dos cassinos
1º de abril é Dia da Mentira ou
Senadores ocupam redes sociais para lamentar morte de

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.