Violência contra as mulheres: mais um dia de mobilização contrária

Sérgio Botêlho

Violência contra as mulheres tem no dia 06 de dezembro data especial de luta, no sentido contrário. Assim, especial, porque hoje é dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. Afinal de contas, são homens os principais algozes das mulheres.

Canadá

A história que marca o 06 de dezembro, de contornos terríveis, ocorreu no evoluído Canadá. Nesta mesma data, em 06 de dezembro de 1989 (outro dia, portanto), um rapaz de apenas 25 anos, assassinou, barbaramente, moças estudantes de engenharia. O fato aconteceu na Escola Politécnica de Montreal.

Foi assim: logo depois de invadir uma sala de aula do curso de Engenharia, o homem, armado, ordenou a que todos os alunos do sexo masculino se retirassem. Ato contínuo matou todas as moças da sala, em número de 14, depois do que se matou.

O motivo resume o sentimento machista e dominador que vive a rondar, perigosamente, a sociedade humana. Porque ele, o assassino, não admitia que mulheres tivessem o direito (na cabeça dele, o atrevimento) de estudar Engenharia.

Campanha do Laço Branco

Em vista disso, homens canadenses criaram a Campanha do Laço Branco (White Ribbin Campaign). Desta maneira, buscaram trabalhar no sentido de sensibilizar os homens em favor da igualdade de gênero.

Posteriormente, o Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) estabeleceu o dia 06 de dezembro como dia para que a violência contra aquelas mulheres não fosse esquecida.

No Brasil

Foi a Lei 11.489, de 20 de junho de 2007, que instituiu no Brasil, o dia 06 de dezembro como Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. E, assim, a lei incluiu o Brasil entre os países que adotam 06 de dezembro como importante na conscientização masculina sobre a necessidade de combate à violência contra as mulheres.

Fontes

Vivendo a Adolescência (http://adolescencia.org.br/) e Calendarr Brasil (https://www.calendarr.com/).

Memória

Este é mais um capítulo de Memórias, do Para Onde Ir.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.