Polo Cabo Branco: ponto de inflexão do turismo paraibano

Governo do estado faz anúncios sobre Polo Cabo Branco que dizem respeito ao futuro (há décadas aguardado) do turismo paraibano

Sérgio Botêlho – Assisti, hoje, via Youtube, a uma apresentação que me deixou naturalmente entusiasmado, e que diz respeito ao futuro (há décadas aguardado) do turismo paraibano, mas também da própria economia do estado.

O governador João Azevedo reuniu empresários e interessados para anunciar nova fase de ocupação do Polo de Turismo Cabo Branco, idealizado à época do governo Tarcísio Burity, mas nunca efetivamente realizado.

No instante de sua idealização, Burity distribuiu terrenos a empresários com a obrigação dos beneficiários construírem equipamentos turísticos, o que até hoje não aconteceu. No local, até agora, apenas o Centro de Convenções, uma obra pública.

DÓLAR, VIAGENS AÉREAS, HISTÓRIA HOJE, BOLSA, ANIVERSÁRIOS MUNICIPAIS, APROVEITE E ASSINE O BLOG POR E-MAIL. ACESSE CLICANDO AQUI

Foi então que o governo do estado, em 2016, resolveu agir, criando o Distrito Industrial do Turismo, e, na prática, retomando os terrenos sem as construções obrigatórias por lei.  A partir daí os terrenos foram parar nas mãos de quem efetivamente se interessou em construir.

Projetos

Como resultado, três grandes projetos se apresentaram a partir de empresas de renome nacional e, até, internacional. São elas: empresa A Gaspar, do Rio Grande do Norte, proprietária do Ocean Palace Resort, em Natal, e que pretende erguer, no Polo Cabo Branco, o Ocean Palace Jampa; os arquitetos Bruno Ferraz e Augusto Magno, autores do projeto Amado Bio & Spa Hotel; e, finalmente, o empresário espanhol Alejandro Capilla, que promete construir o Surf World Park, naquele espaço turístico.

MEMÓRIAS PESSOENSES. Crônicas sobre figuras e fatos da João Pessoa das décadas de 50 e 60 do século XX. COMPRE AQUI

O Polo Turístico Cabo Branco, com 578,55 ha é um complexo econômico voltado para o turismo, com 5 áreas físicas determinadas. A primeira, o setor de eventos. A segunda, onde se localiza o Centro de Convenções. A terceira, de animação turística. A quarta, de comercial e serviços. E a quinta, a ser ocupada pelos hotéis.

A favorecer os investidores, o presidente da Companhia de Industrialização da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari Filho, adiantou que toda a parte de infraestrutura, referente a água, esgoto e energia, já se encontra instalada.

Pela importância da informação, resolvo, então, repassá-la aos leitores do paraondeir.blog, torcendo para que tudo venha finalmente a se concretizar, como a presença dos empresários e do próprio governador João Azevedo indicam. Pois, assim sendo, será um ponto de inflexão claramente identificável na história do turismo paraibano.

Acessando o link abaixo o leitor verá o conteúdo completo da solenidade desta quinta-feira, 15.

https://www.youtube.com/watch?v=Jus5GexU5Mg&feature=youtu.be

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.