Igreja de Nossa Senhora do Livramento: antiga e bela em Bananeiras

Com data de 1861, a Igreja de Nossa Senhora do Livramento, em Bananeiras, reúne antiguidade e beleza numa das cidades mais singulares da PB

Com data de 1861, a Igreja de Nossa Senhora do Livramento, em Bananeiras, reúne antiguidade e beleza numa das cidades mais singulares da PB

Na verdade, a construção da Igreja de Nossa Senhora do Livramento, em Bananeiras, teve início no final da primeira metade do Século XIX. Contudo, somente foi concluída em 1 de janeiro de 1861, no final daquele século. Na época, a cidade só tinha cerca de mil habitantes.

A cidade de Bananeiras começou, por assim dizer, ainda nos primeiros anos do Século XVIII, com a doação de sesmarias a cidadãos oriundos da região da atual Mamanguape, então chamada de Vila de Monte-mor.

A partir de então, começou a ser escrita a história de uma cidade que ainda hoje preserva muitas de suas construções originais, debaixo de um clima frio e muita vegetação que lembra perfeitamente cidades européias. 

Uma cidade que tem Nossa Senhora do Livramento com padroeira, com direito a uma festa anual memorável, no início de janeiro, que será ainda abordada convenientemente aqui, pelo Para Onde Ir.

Em Bananeiras, até o aparecimento de uma peste agrícola, havia uma grande produção de café, de expressão e reconhecimento nacional, pela qualidade, que durou até os anos 20 do Século XX, e que chegou a competir com o café paulista.

Nossa Senhora do Livramento

Do Livramento é uma das invocações de Nossa Senhora e faz referência a uma graça alcançada pela esposa de um fidalgo português que esteve perto da morte durante o domínio espanhol sobre a Península Ibérica.

A igreja

A atual Igreja de Nossa Senhora do Livramento, em Bananeiras, foi construída em lugar de uma outra, feita de taipa, anteriormente, e que desapareceu. Para sua construção foram utilizados recursos financeiros do poder municipal e de proprietários rurais.

Mais recentemente, em 2014, a igreja passou por algumas reformas, porém sua arquitetura e os traços do período histórico da cidade foram mantidos. Contudo, palmeiras imperiais que embelezavam o local não existem mais.

Fontes:

Bananeiras, cidade de antigos casarões, de clima frio e muitas histórias
https://www.destinoparaiba.pb.gov.br/ondeir/bananeiras-se-destaca-pelo-clima-frio-e-desenvolvimento-do-turismo/

Nossa Senhorinha do Livramento
https://santinhoz.com.br/nossa-senhorinha-do-livramento/

A imagem da cidade de Bananeiras construída a partir de sua história – Margarida Maria de Castro Fernandes – UEPB
http://plone.ufpb.br/heb/contents/arquivos/itens-de-pesquisa/margarida-maria-de-castro-fernandes.pdf

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.