Diretor da CNC defende mais recursos para setor de turismo

Além de setor de turismo, leia: dólar e Bolsa; regularização do Guará Park; Programa Parque Educador cresce no Distrito Federal

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 110 de 10.04.2021

Diretor da CNC defende mais recursos para setor de turismo

O diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) responsável pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da entidade, Alexandre Sampaio, participou de audiência pública para debater ações a serem adotadas pelo Ministério do Turismo (MTur) em relação ao Fundo Geral do Turismo (Fungetur), linha de crédito disponibilizada pelo governo federal para socorrer empresas do setor durante a crise gerada pela pandemia da covid-19.

Setor de turismo II

Para Alexandre Sampaio, é fundamental que o MTur expanda a verba disponível no Fungetur com base na sanção do Orçamento de 2021, que ainda não foi realizada, e que o número de agências cadastradas também seja ampliado. “Quanto mais estabelecimentos bancários se habilitem para essa atividade em todo o País, mais fácil e menos burocrático se torna o acesso ao crédito”, afirmou. Sampaio também classificou como urgente a aprovação da portaria, já desenvolvida pelo MTur, que permite a carência de 3 a 6 meses para pagamento de contratos realizados com o Fungetur. De acordo com o diretor, a medida permitirá que as empresas do setor ganhem fôlego para este ano..

Guará Park não será regularizado neste ano de 2021

Há mais de 10 anos à espera de regularização, os moradores do Setor Habitacional Bernardo Sayão – também chamado de Guará Park – acumulam expectativas e dúvidas sobre o processo. Durante audiência pública da Câmara Legislativa, na noite dessa quinta-feira (8), representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), da Terracap e da Neoenergia/CEB apresentaram atualizações sobre o processo, que envolve questões ambientais e legais.  .

Guará Park II

Segundo Daniele Borges Siqueira, da Subsecretaria de Parcelamento e Regularização Fundiária da Secretaria de Habitação, o projeto do Bernardo Sayão teve de voltar para a Terracap para ajustes referentes a questões ambientais e à Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS). Ela assegurou que, tão logo retorne, o processo estará entre as prioridades da pasta. “Precisamos observar a legislação, mas vamos garantir celeridade”.. 

Parques do DF vão servir a aulas práticas do Programa Parque Educador

O Instituto Brasília Ambiental, por meio de sua Unidade de Educação Ambiental (Educ), está visitando todos os parques que fazem parte do Programa Parque Educador para verificar a existência e as condições de suas trilhas ecológicas. O objetivo é torná-las aptas a receber visitas de estudantes e professores, sendo palco de aulas práticas do Programa. A equipe aproveita o momento atual em que a execução do programa está ocorrendo de forma virtual, devido à pandemia, e que, ao mesmo tempo, os parques estão abertos.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a sexta-feira, 09, em queda de -0,54%, a 117.670 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 1,88%, a R$ 5,68.

⏳ Destaques:

Destaques históricos e comemorativos do dia
Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.
Notícias sobre Economia do Turismo

You may also like

Leave a Reply