Ceasa-DF inaugura Morangolândia, aberta de segunda a sábado

Na Morangolândia, produtores familiares vão comercializar o fruto no atacado e no varejo; descanso só no domingo

A falta de um espaço específico para a comercialização de morangos levou a Ceasa-DF, juntamente com a Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros do Distrito Federal e Entorno (Asphor), a destinar uma área própria para a venda desse produto – a chamada Morangolândia.

Crédito da foto: Paulo H. Carvalho da Agência Brasília

“O objetivo é que nosso espaço funcione todos os dias da semana, principalmente aos sábados, a partir das 5h. Descanso, só no domingo”

Sandra Vitoriano, presidente da Asphor

A inauguração ocorreu nesta quarta-feira (24), no Mercado da Agricultura Familiar (MAF), dentro da Ceasa-DF – local onde funcionará o atacado. Segundo a presidente da Asphor, Sandra Vitoriano, a Morangolândia já conta com cerca de 30 produtores familiares cadastrados.

“O objetivo é que nosso espaço funcione todos os dias da semana, principalmente aos sábados, a partir das 5h. Descanso, só no domingo”, afirma Sandra, acrescentando que a ideia é construir um espaço ainda maior dentro da Ceasa. “Já temos até o projeto.”

A presidente da Asphor diz que vive e vê o sofrimento desses produtores diariamente. “Eles estavam perdidos. Não tinham espaço próprio para a venda; não podiam vender os morangos na frente de outras bancas. Era uma situação muito complicada”, explicou.

A Morangolândia vai facilitar o escoamento da produção no DF, praticamente inviabilizada pela falta de um espaço para o comércio da fruta | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

“Que hoje seja o início, o espaço simbólico de uma luta histórica para o desenvolvimento desse setor no DF. Temos aqui pequenos problemas que, com o passar dos anos, foram se agigantando. Não podemos esperar as condições ideais para resolvê-los. É preciso dar um primeiro passo. E ele está aqui, agora”, enfatizou o presidente da Ceasa-DF, Fábio Sousa.

Representando os produtores de morango, Keké do Morango expôs as dificuldades pelas quais o homem do campo vem atravessando. Keké citou a questão da escritura das terras: “Sem ela, não podemos pegar financiamentos para investir”.

A expectativa é vender inicialmente cerca de 25 toneladas de morangos por semana (quatro por dia), gerando mais renda para os agricultores familiares

O produtor explicou também que a falta de um espaço para o comércio praticamente inviabiliza o escoamento da produção. De acordo com Keké, “a venda é feita na rua, nos semáforos, debaixo de sol e chuva, principalmente no período pós-safra. Isso representa 60% na nossa produção.”

Em resposta a Keké, o secretário da Agricultura, Candido Teles, lembrou que nenhum estado brasileiro é dono das terras. “Só no DF. E é determinação, uma missão institucional do governo Ibaneis resolver esse problema, seja escriturando ou emitindo títulos de propriedade para quem produz no campo e de lá tirar o seu sustento”.

O secretário anunciou que protocolou na Casa Civil um projeto que prevê a criação do Instituto de Terras do Distrito Federal, para dar celeridade a esse processo de regulamentação fundiária.

A presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, destacou a alegria em ver mais um espaço de comercialização de alimentos sendo aberto, “principalmente da agricultura familiar”. Denise lembrou que o grande problema do produtor é o escoamento da produção.

Morangolândia tem 40 estandes de produtores de morango do DF

Ela frisou que o sistema agricultura (Seagri, Emater e Ceasa), o Ministério da Agricultura e a Secretaria de Turismo do DF estão montando uma Rota da Fruticultura, “para que as pessoas possam fazer uma experimentação do morango, da goiaba, entre outras, de uma maneira muito especial e peculiar.”

A venda na Morangolândia será no varejo e também no atacado. A expectativa é vender inicialmente cerca de 25 toneladas de morangos por semana (quatro por dia), gerando mais renda para os agricultores familiares.

Participaram da solenidade de inauguração o chefe de gabinete do vice-governador, Paulo Cesar Chaves; a superintendente do sistema Fape/Senar, Kely Cristina do Nascimento; o deputado distrital Roosevelt Vilela e o representante dos compradores da produção de morangos, Manoel Messias.

*Com informações da Ceasa-DF

Edição do Anexo 6: Sérgio Botêlho, com informações da Agência Brasília 

Related Posts
Crédito da foto: Canva
Além de Estado da Bahia, leia: dólar e Bolsa; oferta de missões internacionais a empresários; Senado homenageará 61 anos de Brasília 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 117 ...
READ MORE
Sessão do Congresso Nacional nesta terça-feira, 03, durou seis horas
Sérgio Botêlho Difícil resumir a situação política do país, neste momento, após a prisão do ex-presidente Lula. Em primeiro lugar, porque o ex-presidente aguarda uma nova decisão do Supremo Tribunal Federal, ...
READ MORE
ONU pede empenho contra incêndios florestais
Em meio às discussões da Semana do Clima, que ocorreu emSalvador, a ONU Brasil defendeu empenho no combate aos incêndios florestais naAmazônia e no Centro-Oeste do país, e reforço nos ...
READ MORE
11.529 novos beneficiários terão cartão Prato Cheio a partir desta segunda
Lista de concessões deve ser consultada para que o novo beneficiário se certifique de que foi mesmo contemplado na nova etapa do Prato Cheio Nesta segunda-feira (11), foi reaberto o site rendaemergencial.brb.com.br para ...
READ MORE
Senado avalia suspensão de processos contra empresas, na pandemia
Matéria já aprovada pela Câmara dos Deputados, o Senado Federal vai analisar projeto que suspende processos contra empresas em dificuldades. De acordo com o PL 1.397/2020, da autoria do deputado ...
READ MORE
Governo da Paraíba é premiado por investir e divulgar o Turismo do NE
Turismo do NE: Governo da Paraíba foi homenageado, nessa sexta-feira (22), em Fortaleza, na abertura da 10ª edição do Brazil Travel Market (BTM) O Governo da Paraíba foi homenageado, nessa sexta-feira ...
READ MORE
Emoções, na semana que fecha, e, mais, ainda, na próxima
Sérgio Botêlho A semana vai se encerrando depois de muita emoção política em virtude dos notórios desdobramentos oriundos de decisões da Lava Jato, especialmente depois da prisão do ex-presidente Lula no ...
READ MORE
Pode chegar a US$ 250 milhões valor a ser pago por cimenteira paraibana
Cimenteira paraibana em Alhandra, município do Litoral Sul do estado, está em vias de ser adquirida pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Antes pertencente à família Crispin, a Cerâmica Elizabeth, em Alhandra, ...
READ MORE
Smartphones são preferidos em transações bancárias, segundo BC
Visto por dirigente do Banco Central "processo de modernização do Sistema Financeiro Naciona", transações feitas por smartphones estão em primeiro lugar entre os usuários, ficando o Internet Banking em segundo ...
READ MORE
Retorno remoto das aulas, fechamento da orla, mais ônibus e mais leitos decidem Azevedo e Cícero para enfrentar Covid
O governador João Azevêdo se reuniu, nesta segunda-feira (22), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, com o Comitê Gestor da Saúde e com o prefeito da Capital paraibana, Cícero ...
READ MORE
Prorrogado toque de recolher em todo o Estado
Prisão de Lula, perspectivas e cautela política
ONU pede empenho contra incêndios florestais
11.529 novos beneficiários terão cartão Prato Cheio a
Senado avalia suspensão de processos contra empresas, na
Governo da Paraíba é premiado por investir e
Emoções, na semana que fecha, e, mais, ainda,
Pode chegar a US$ 250 milhões valor a
Smartphones são preferidos em transações bancárias, segundo BC
Retorno remoto das aulas, fechamento da orla, mais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.