Gás canalizado para indústrias paulistas têm redução entre 8,2% e 27,5%

Gás canalizado para indústrias paulistas têm redução entre 8,2% e 27,5%, devido à queda do preço do gás natural. A diminuição dos preços foi possível devido aos cortes feitos pela Petrobrás. Na região metropolitana as indústrias podem ter reduções de até 13,3%. Enquanto na região da área de concessão da Naturgy a queda pode ser de até 27,5%.

De acordo com matéria publicada pelo Valor Econômico, os percentuais estariam dentro do esperado pela indústria. O setor industrial tem questionado os altos preços do gás nacional. Principalmente, por conta da gerada pela pandemia e pelo derretimento das cotações internacionais do petróleo.

Ainda conforme a matéria, a política de preços da Petrobras prevê reajustes trimestrais no preço do gás natural. Diferentemente do que ocorre com gasolina e diesel, o gás natural tem preços baseados nas cotações do petróleo tipo Brent. O Brent tem referência internacional negociada em Londres, nos três meses anteriores.

O corte anunciado em maio já capta os primeiros efeitos da pandemia no mercado internacional de petróleo, informa o Valor. Em dólares, o preço de venda pela estatal caiu 36%, mas com a desvalorização da moeda brasileira, o corte em reais foi de 15%, segundo  a matéria.

De acordo com o jornal, em alguns estados, o repasse ao consumidor é feito a cada trimestre, acompanhando de perto os reajustes promovidos pela Petrobras. Assim, já houve cortes no Rio, Bahia, Ceará e Paraíba, entre outros. Santa Catarina estima corte de 20% a partir de julho.

Comgás e Naturgy

A tarifa dos usuários de gás canalizado é composta de margem de distribuição e custo do gás. A explicação é da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

A margem de ambas as concessionárias, conforme o Contrato de Concessão, foi reajustada em 6,2%, o que corresponde à variação do IGP-M entre maio de 2019 e abril de 2020, descontada de um fator de compartilhamento de ganhos de eficiência da concessionária, o Fator X.

A parcela do custo do gás considera as condições dos contratos de suprimento entre concessionária e Petrobrás. A parcela foi reduzida, refletindo as quedas observadas nos preços internacionais do petróleo ao longo dos últimos meses.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.