Europa: da economia linear para a economia circular

Tem economia circular, e mais: Bolsa e dólar; Brasil procura reforçar o turismo gastronômico

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 167 de 06.06.2021

Europa: da economia linear para a economia circular

Todos os anos produzem-se 2,5 mil milhões de toneladas de lixo na União Europeia (UE). A UE encontra-se atualmente a atualizar a sua legislação relativa à gestão de resíduos para promover a mudança de uma economia linear para uma economia circular. A Comissão Europeia apresentou, em março de 2020, no âmbito do Pacto Ecológico Europeu e a par da proposta para uma nova estratégia industrial, o novo Plano de Ação para a Economia Circular, que inclui propostas para uma conceção mais sustentável dos produtos, a redução dos resíduos e a capacitação dos cidadãos (através de um “direito de reparação“). 

Economia circular

Neste plano é dada especial atenção a sectores com utilização intensiva de recursos, como o da eletrónica e das TIC, os plásticos, os têxteis e a construção.

Em fevereiro de 2021, o Parlamento votou o novo plano de ação para a economia circular exigindo medidas adicionais para alcançar uma economia neutra em termos de carbono, sustentável, livre de substâncias tóxicas e totalmente circular até 2050, incluindo regras de reciclagem mais rigorosas e metas obrigatórias para a utilização e consumo de materiais até 2030.

Brasil procura reforçar o turismo gastronômico

Ao longo de toda a semana anterior, o Ministério do Turismo e o Instituto Federal de Brasília (IFB) promoveram uma série de encontros virtuais com especialistas em turismo e gastronomia para identificar estratégias para estruturar e promover o turismo gastronômico. A oficina “Desafios e Oportunidades para o Turismo Gastronômico no Brasil” foi encerrada nesta sexta-feira (28.05) e pode abrir caminho para a consolidação de uma rede colaborativa de especialistas em gastronomia.

Turismo gastronômico II

Além da proposta de criação da rede colaborativa, os debates também fortaleceram a necessidade da construção de planos de ação para cada uma das cinco macrorregiões do país, considerando a diversidade de sabores e tradições locais. Foram apontadas, ainda, a importância da realização de ações de divulgação dos atrativos e destinos gastronômicos e de valorização da riqueza da gastronomia brasileira, além da necessidade de qualificação de toda a cadeia produtiva do segmento.

Turismo gastronômico III

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, reforça que o turismo gastronômico tem motivado cada vez viagens e atraído a atenção de países ao redor do mundo. “Somos um país com sabores e temperos únicos. Temos um potencial enorme para nos destacar no cenário mundial e é para isso que temos trabalhado, unindo esforços com outros atores e elaborando projetos que consigam transformar todo esse potencial em realidade”, completa Machado Neto.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não funciona aos finais de semana.

⏳ Destaques:

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Economia do Turismo 

Related Posts
Senado pressiona e professores devem se vacinar em junho
Tem professores, e mais: 27.227 vagas estão abertas para cursos no Senai; Gestantes vão poder optar pelo teletrabalho 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 145 de 15.05.2021 Senado pressiona ...
READ MORE
Brasileiros já buscam destinos, desde que sem aglomeração
Além de destinos sem aglomeração, leia: dólar e Bolsa; Copa Brasil de Marcha Atlética; vai começar a Copa do Brasil; vacinas; parque fecha em Brasília. 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, ...
READ MORE
Estão para fechar as inscrições de artesãos para 10ª Feira da Lua
Tem inscrições de artesãos, e mais: Bolsa e dólar; inscrições para a Feira da Lula se encerram neste domingo, 27. Saiba mais 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *TRANSVERSAIS DO TURISMO*, Ano II, Nº ...
READ MORE
EUA querem mais conservação ambiental no Brasil
Afora conservação ambiental, leia: desenvolvimento urbano sustentável; currículo no emprego; 7ª Olimpíada de Língua Portuguesa 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 122 de 22.04.2021 EUA querem mais conservação ambiental ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva (gratuita)
Além de Banco Mundial, leia: Câmara debate políticas inclusivas; lockdown em Belém; Biden participa de cúpula europeia 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 99 de 29.03.2021 Banco Mundial quer ...
READ MORE
Identificadas áreas mais pressionadas por desmatamento na Amazônia.
Tem áreas mais pressionadas por desmatamento, e mais: Bolsa e dólar; inscrições a feiras internacionais se encerram nesta segunda, 21 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *TRANSVERSAIS DO TURISMO*, Ano II, Nº 181 de ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
Afora estímulo ao crédito, tem: dólar e Bolsa; auxílio emergencial a nascidos em maio; novo aeroporto baiano; TCU inocenta Dilma por Pasadena 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº ...
READ MORE
Expansão de pesquisas denota resiliência de cientistas brasileiros
Tem cientistas brasileiros, e mais: Bolsa e dólar, e Governo da Bahia alerta sobre aglomerações nas festas de São João 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 182 de ...
READ MORE
Salvador autorizada a tomar empréstimo de R$125 mi no BIRD
Tem empréstimo de US$125 mi, e mais: Bolsa e dólar; Congresso lança Frente Parlamentar Pelo Brasil Competitivo 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *TRANSVERSAIS DO TURISMO*, Ano II, Nº 191 de 30.06.2021  Salvador autorizada a ...
READ MORE
Photo by Phelipe Jesus on Pexels.com
Tem investimentos portugueses, e mais: Bolsa e dólar; estruturas temporárias de convivência no comércio no DF; novas datas para exames toxicológicos 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano II, Nº 129 ...
READ MORE
Senado pressiona e professores devem se vacinar em
Brasileiros já buscam destinos, desde que sem aglomeração
Estão para fechar as inscrições de artesãos para
EUA querem mais conservação ambiental no Brasil
Banco Mundial quer dados mais fortes para combate
Identificadas áreas mais pressionadas por desmatamento na Amazônia.
Estímulo ao crédito está na pauta do Senado,
Expansão de pesquisas denota resiliência de cientistas brasileiros
Salvador autorizada a tomar empréstimo de R$125 mi
GDF tenta atrair investimentos portugueses na capital do

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.