Desrespeito à democracia e à pandemia que grassa no mundo

É definitivamente lamentável que na data em que era comemorado o Dia da Liberdade de Imprensa, forças amantes do obscurantismo tenham aproveitado para agredir jornalistas que apenas cumpriam suas tarefas laborais.

É definitivamente lamentável que na data em que era comemorado o Dia da Liberdade de Imprensa forças amantes do obscurantismo tenham aproveitado para agredir jornalistas que apenas cumpriam suas tarefas de buscar a informação, num patente desrespeito à democracia.

O dia das agressões, domingo, 3 de maio, portanto, há poucos dias do Primeiro de Maio dos trabalhadores, carrega, por isso, outro significante. Afinal, os agredidos era uma gente que ali se encontrava porque a trabalho, aumentando a gravidade das agressões.

Então, jornalistas, no Dia da Liberdade de Imprensa, e, portanto, trabalhadores, há dois dias da data máxima dedicada ao trabalho, foram covardemente empurrados, chutados e socados por uma turba enlouquecida e extremamente agressiva.

Mais grave, ainda, foi a presença do presidente da República, avalizando os objetivos da turba. Dessa forma, cobrindo com o manto do oficialismo palavras de ordem a favor de medidas autoritárias.

Por tudo isso, foi bem recebida, pelos que desejam vida longa à democracia brasileira, a palavra de chefes militares, um dia depois dos acontecimentos. De acordo com eles, as Forças Armadas não optarão por aventuras antidemocráticas.

Diferentemente disso, dizem os generais, o que continua cabendo aos militares brasileiros, neste momento, é o papel constitucional da instituição a que pertencem. Assim sendo, em favor da democracia, da lei e da ordem.

Investigações

Ao mesmo tempo, o Ministério Público Federal decidiu pedir ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito. A ação deve apurar responsabilidades pelas agressões físicas e morais aos jornalistas.

O pedido de investigação do MPF se junta a outro, proposto pela mesma instituição, também ao STF, sobre ato de dias atrás, tão antidemocrático quanto o desse domingo, 03, e que também pedia ditadura militar para o Brasil.

Desrespeito à democracia

Impressiona ver como segmentos, ainda que minoritários, do povo brasileiro, continuem sonhando com autoritarismos. A saber, em um mundo que, bem mais civilizado do que o de décadas atrás, repudia, cada vez com mais força, sentimentos dessa qualidade.

Ao invés disso, a civilização aposta de verdade no aprofundamento das regras democráticas. Principalmente pelo seu alto significado para a economia e para o bem-estar do povo. Um povo que, também, de sua parte, se mostra crescentemente voltado para a importância das liberdades democráticas.

Afinal de contas, no entendimento das novas gerações políticas internacionais, liberdade, junto com transparência, são os únicos valores que podem levar a humanidade melhores níveis de desenvolvimento econômico e social.

Pandemia

Sobre os atos de domingo último, convém lembrar outro fato altamente condenável. Ora, ao mesmo tempo em que o Brasil e o mundo lutam contra uma das pandemias mais terríveis, a matar centenas de milhares de pessoas, os manifestantes rompem, aberta e barulhentamente, contra todas as regras contrárias à propagação do terrível vírus.

Amontoados uns juntos com outros, muitos sem máscara, os manifestantes representavam um quadro medonho, altamente favorável à pandemia. Dessa maneira, também com a participação do presidente, mais uma vez ficava patente a marca oficial chancelando o desrespeito à ciência e à saúde da população.

É de se acreditar que a justiça haverá de punir os responsáveis pelas agressões aos jornalistas. Dessa forma, porque em nome do respeito ao trabalho e à liberdade de imprensa, valores que devem ser preservados a todo custo, em qualquer parte do mundo.

Porém, mais do que isso, é preciso que Legislativo e Judiciário, certamente em conjunto com as Forças Armadas, que fazem parte do Executivo, continuem garantindo o respeito à democracia que vem sendo tão duramente construída no Brasil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.