Areia-Paraíba: terra de muita história, cultura, frio, engenhos e cachaças

Situada na região do Brejo Paraibano, a cidade de Areia-Paraíba se constitui numa das principais referências turísticas do estado, pois centraliza o espaço geográfico denominado Caminho dos Engenhos, que marca toda a região.

O ambiente físico nos conduz facilmente ao período do Brasil Colonial. Fundada em 18 de maio de 1846, a terra de Pedro Américo e José Américo é testemunha privilegiada da história da Paraíba.

O conjunto histórico e urbanístico de Areia foi tombado, em 2006. Para o tombamento, o Iphan baseou-se no valor histórico, urbanístico e paisagístico atribuído ao conjunto, pela ativa participação da cidade nas revoluções ocorridas no século XIX.

Também se destaca o valor da cidade como remanescente arquitetônico dos séculos XVIII e XIX e da paisagem natural que a circunda. Na área tombada, segundo os números do Instituto, existem cerca de 420 imóveis.

Sua bela paisagem natural é valorizada pelas ruas que acompanham a topografia acidentada do terreno, possibilitando vários pontos de observação nas encostas da serra. No Museu de Pedro Américo estão inúmeras réplicas dos quadros do mais célebre cidadão areiense – entre elas a famosa obra O Grito do Ipiranga, encomendada por Dom Pedro II, o que faz de Areia um destino privilegiado do turismo cultural. 

Terra da cultura

Considerada por muito tempo como “terra da cultura” e o seu Theatro Minerva foi inaugurado 50 anos antes que o de João Pessoa, capital do Estado da Paraíba. A cidade recebia estudantes de todo o Nordeste, sendo expoentes da época a Escola de Agronomia do Nordeste, o Colégio Santa Rita das irmãs franciscanas, e o Colégio Estadual de Areia (antigo Ginásio Coelho Lisboa).

Levantamento feito pela Associação Paraibana dos Engenhos de Cachaça de Alambique (Aspeca), revela que a Paraíba possui cerca de 80 engenhos que produzem, por ano, um total de 12 milhões de litros de cachaça. Vários desses engenhos estão em funcionamento em cidades como Areia, na vizinha Alagoa Grande, Serraria e Bananeiras. Uma região de forte vocação para o turismo rural.

A Aspeca registra que 15 engenhos estão abertos à visitação pública.  Mas, o ideal é conhecer primeiramente o Museu da Rapadura, que está localizado no Centro de Ciências Agrárias da UFPB, em Areia.

Nas Águas dos Potiguaras - ebook - praias de João Pessoa e Cabedelo, no litoral paraibano. Deixe o email e FAÇA O DOWNLOAD.

DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA 

Related Posts
Lucena. Foto: Governo da Paraíba
Sérgio Botêlho - Um passeio imperdível para quem está passeando em João Pessoa é dar uma chegada ao município de Lucena. Para isso, ou vai até a cidade de Cabedelo ...
READ MORE
Rodovia. Credito da imagem: Canva
O brasileiro viaja pouco. Tanto assim que em cerca de quatro de cada cinco domicílios no país, nenhum morador viajou nos meses de abril a agosto de 2019. Principalmente, o ...
READ MORE
Igreja do Rosário: testemunha viva da história de Jaguaribe
Sérgio Botêlho - Apesar de relativamente mais nova, com relação a outras igrejas da capital paraibana, a Igreja do Rosário é parte viva da história da formação urbana, religiosa e ...
READ MORE
Reformulação da Embratur é aprovada no Senado, e vai à sanção
Reformulação da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) está aprovada pelo Senado Federal. Medida Provisória, já votada pela Câmara dos Deputados, segue para sanção presidencial. Assim, a Embratur passa à condição ...
READ MORE
Sem lenço e sem documento: embarque aéreo será por selfie
O passageiro para fazer seu embarque aéreo vai consumá-lo sem lenço e sem documento, apenas com a cara, a coragem e a passagem devidamente paga, é claro! O reconhecimento para ...
READ MORE
W3-Sul em vias de se transformar em distrito turístico
Nesse sentido, W3-Sul começa a experimentar serviço de recuperação e substituição de placas, pelo DER Transformar a W3 Sul num distrito turístico. Esse é o plano da Secretaria de Turismo (Setur) ...
READ MORE
Facebook
Sérgio Botêlho - À direita da PB-011, que vai da BR-101 a Forte Velho, dentro do município de Santa Rita, existe a Capela de Santana do Gargaú, bastante deteriorada, mas ...
READ MORE
Olinda, vista de cima. Muita história para contar num cenário que emociona
Cenas de Olinda, vista de cima. História e beleza natural únicas de uma das cidades mais amadas, em Pernambuco, no Nordeste, no Brasil e no mundo:https://www.youtube.com/watch?v=mCNfgaBvDJ4
READ MORE
Empresa de telefonia pede leilão do 5G sem viés arrecadatório 
E MAIS: São Paulo promove mapeamento do turismo rural no estado. Colheita da uva será aberta online, em Pelotas. Sambódromo paulista completa 30 anos. Vem aí o maior encontro de ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
Alvo do treinamento a ser realizado pela PBTur nesta quarta-feira são os colaboradores do Sebrae-PB que atuam no interior do estado Com o objetivo de ampliar o número de cadastros das ...
READ MORE
Lucena: cenário litorâneo de muita beleza e de
Pesquisa PNAD: brasileiro viaja pouco e geralmente para
Igreja do Rosário: testemunha viva da história de
Reformulação da Embratur é aprovada no Senado, e
Sem lenço e sem documento: embarque aéreo será
W3-Sul em vias de se transformar em distrito
Capela de Santana do Gargaú: muita história coberta
Olinda, vista de cima. Muita história para contar
Empresa de telefonia pede leilão do 5G sem
PBTur treina equipe para ampliar cadastro do trade

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.