Mais 17 parques reabrem em Brasília, a partir deste sábado, 18

Decisão foi publicada em edição extra do DODF, na noite desta sexta (17), e inclui parques de 11 regiões administrativas

Decisão foi publicada em edição extra do DODF, na noite desta sexta (17), e inclui parques de 11 regiões administrativas

Em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), publicada na noite desta sexta (17), o governo local liberou a reabertura de mais 17 parques do DF. As inclusões estão no Decreto nº 40.997, que incluiu os locais na listagem original que havia sido publicada no Decreto nº 40.846, de 30 de maio, que inicialmente liberava a utilização de 18 parques.

|ACESSE OS SERVIÇOS OFERECIDOS PELO ‘PARA ONDE IR’, DÓLAR, VIAGENS AÉREAS, HISTÓRIA HOJE, BOLSA, ANIVERSÁRIOS MUNICIPAIS, E APROVEITE PARA ASSINAR O BLOG POR E-MAIL| 

Conforme o decreto, a partir deste sábado (18), os seguintes parques estão autorizados a reabrir:

– Nacional de Brasília

– Ecológico do Anfiteatro Natural do Lago Sul

– Ecológico Península Sul

– do Bosque no Sudoeste

– das Garças (Lago Norte)

– Ecológico e Vivencial Bosque dos Eucaliptos (Guará)

– de Uso Múltiplo Denner (Guará)

– Jardim Botânico de Brasília

– ARIE do Bosque (Lago Sul)

– Refúgio de Vida Silvestre Morro do Careca (Lago Norte)

– Ecológico da Vila Varjão (Taguatinga)

– Ecológico dos Jequitibás (Sobradinho)

– Distrital dos Pequizeiros (Planaltina)

– Distrital Salto do Tororó (Jardim Botânico)

– Ecológico de Santa Maria

– Distrital de São Sebastião

– Ecológico das Sucupiras (Sudoeste/Octogonal)

Horário

De acordo com a decisão, os parques poderão funcionar das 6h às 21h. Contudo, está proibido qualquer tipo de comércio dentro deles, inclusive de ambulantes. Ademais, todos os equipamentos de musculação e demais áreas de atividade coletiva estarão interditados. Dessa forma, também banheiros e bebedouros. Enquanto o uso de máscara de proteção facial é obrigatório para todos os frequentadores, que será alvo de fiscalização por meio do DF Legal.

Enfim, a Secretaria de Esporte do Distrito Federal, o Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal (Brasília Ambiental) e as respectivas administrações dos parques serão responsáveis pela supervisão e fiscalização do funcionamento dos parques, segundo o decreto.

Com informações da Agência Brasília

ENVIAR MENSAGEM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.