Senado vai debater futuro do cinema brasileiro

Conselho de Comunicação Social (CCS) do Senado Federal pretende realizar seminário com o objetivo de discutir os rumos do audiovisual brasileiro sob o governo de Jair Bolsonaro.

O Conselho de Comunicação Social (CCS) pretende realizar em outubro, em data ainda a ser definida, um seminário com o objetivo de discutir os rumos do audiovisual brasileiro sob o governo de Jair Bolsonaro. A decisão foi tomada durante reunião nesta segunda-feira (2).

Para o seminário, serão chamados o novo diretor-presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), Alex Braga Muniz; a também diretora da Ancine, Debora Ivanov; a diplomata Paula Alves de Souza, indicada recentemente para a diretoria da Ancine e que, segundo informações veiculadas na imprensa, tem a preferência do governo para ser a próxima diretora-presidente; e o produtor Ricardo Rihan, que também assumiu recentemente a secretaria de Audiovisual do Ministério da Cidadania, pasta à qual a Ancine é vinculada.

A iniciativa para a vinda dos 4 diretores partiu dos representantes dos trabalhadores dos setores de cinema e vídeo no CCS, Luiz Antonio Gerace e Sonia Santana.

— Nosso segmento encontra-se neste momento num quadro muito complexo. É preciso que a nova direção da Ancine esclareça o que pretende fazer com o audiovisual brasileiro a partir de agora — afirmou Gerace.

— Bolsonaro está indicando uma diplomata para a Ancine, e o que precisamos é de diplomacia e bom senso. Reconheço que a indicada é ligada à cultura, tem bastante a propor e contribuir com a Ancine e expor seus planos para nós — defendeu Santana.

Gerace e Santana também defenderam que representantes da sociedade civil participem do seminário.

Fonte: Agência Senado l

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.