• 55 61 982648031
  • sergiobotelho@paraondeir.blog

Salvador vira centro de abrigo para imigrantes

Salvador vira centro de abrigo para imigrantes

O Observatório das Migrações em São Paulo (NEPO/UNICAMP), o Observatório das Migrações no Estado do Ceará e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) lançaram na quarta-feira (28), em Salvador (BA), o “Atlas Temático: Migrações Internacionais na Região Nordeste”, que analisa os fluxos migratórios para a região entre 2000 e 2017. A publicação teve o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

O atlas mostrou que, entre 2000 e 2017, 117,9 mil migrantes internacionais registrados se instalaram na região Nordeste, a maior parte deles no estado da Bahia (36,2 mil). Em segundo lugar vem o Ceará, com a presença de 26,4 mil migrantes. Terceira região do Brasil com maior concentração de fluxo migratório, o Nordeste atraiu, principalmente, migrantes oriundos de países europeus, que correspondem à quase metade dos países de origem analisados, com um total de 52,5 mil pessoas.

Vista do Elevador Lacerda, em Salvador, na Bahia. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Vista do Elevador Lacerda, em Salvador, na Bahia. Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

O Observatório das Migrações em São Paulo (NEPO/UNICAMP), o Observatório das Migrações no Estado do Ceará e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB) lançaram na quarta-feira (28), em Salvador (BA), o “Atlas Temático: Migrações Internacionais na Região Nordeste”, que analisa os fluxos migratórios para a região entre 2000 e 2017. A publicação teve o apoio do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Presente no evento de abertura, realizado em parceria com a Universidade Salvador (UNIFACS), a oficial de projeto do UNFPA na Bahia, Michele Dantas, ressaltou a importância da produção de evidências que embasem políticas públicas, de forma a reforçar a proteção dos direitos e necessidades das pessoas migrantes.

“Mais que uma preocupação com relação ao número de migrantes, é importante ter em mente uma preocupação como a garantia de direitos humanos e dignidade dessa população”, lembrou.

A oficial acrescentou que a busca por proteção e defesa dos direitos dos migrantes também é um dos compromissos previstos na Agenda 2030 e nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“No Brasil, vários esforços têm sido feitos no sentido de criar mecanismos que buscam regularizar a situação migratória dos estrangeiros. É necessário, no entanto, avançar no sentido de garantir a efetivação dos direitos dos migrantes e na integração destas pessoas na sociedade”, concluiu.

A mesa de abertura contou com a participação da chefe da assessoria internacional do governador da Bahia, Fernanda Regis; da professora da UNIFACS Rafaela Ludolf; da diretora do Campus dos Malês da UNILAB, Mirian Reis; e da integrante da Pastoral do Migrante Márcia Maria Mata.

A professora Carla Craice, da UNILAB, apresentou os dados da pesquisa, reforçando a importância de documentar os fluxos migratórios. Em seguida, o estudante cabo-verdiano da UNILAB Emanuel Correia Semedo e o venezuelano Salvador Sanches falaram sobre suas experiências como migrantes na Bahia.

Estudante cabo-verdiano da UNILAB Emanuel Correia Semedo falou sobre sua experiência de migração para a Bahia. Foto: UNFPA

Estudante cabo-verdiano da UNILAB Emanuel Correia Semedo falou sobre sua experiência de migração para a Bahia. Foto: UNFPA

Dados

O atlas mostrou que, entre 2000 e 2017, 117,9 mil migrantes internacionais registrados se instalaram na região Nordeste, a maior parte deles no estado da Bahia (36,2 mil). Em segundo lugar vem o Ceará, com a presença de 26,4 mil migrantes. O Brasil se consolidou na rota das migrações internacionais, demonstrou o levantamento, com a chegada de 1,1 milhão de pessoas em 17 anos.

Ocupando o lugar de terceira região com maior concentração de fluxo migratório, o Nordeste atraiu, principalmente, migrantes oriundos de países europeus, que correspondem à quase metade dos países de origem analisados, com um total de 52,5 mil pessoas. A publicação da UNICAMP destacou possíveis “especificidades turísticas da região e de investimentos do capital transnacional” como justificativa para isso.

O estudo permite traçar uma “nova face do fenômeno migratório” na região Nordeste, de forma a dar visibilidade às pessoas que fazem parte deste fenômeno, promovendo e garantindo seus direitos humanos durante a permanência nas cidades. O resultado é um compilado heterogêneo, com maioria masculina — 85 mil homens, no período –, pessoas com diferentes profissões e grau de instrução, que vai desde doutores até pessoas com poucos anos de escolaridade.

Refúgio

Além de fornecer dados gerais sobre os migrantes registrados no país, o atlas mostrou que, entre 1994 e 2019, o Comitê Nacional para Refugiados (CONARE) do Ministério da Justiça recebeu 178 mil solicitações de refúgio. No mesmo período, 1.639 solicitações foram oriundas do Nordeste, sendo 894 do Ceará e 232 da Bahia. Os países que lideram os pedidos para a região, de acordo com o documento, são Venezuela e Cuba.

FONTE: Nações Unidas-Brasil

 
Related Posts
Época, Isto É e Veja
De comum, nas três principais revistas do país, o foco nas eleições 2018. Em matéria com chamada de capa, a Veja avalia a situação dos tucanos (a revista fala em ...
READ MORE
O mais que bicentenário Museu do Louvre
Não é recomendável ir a Paris sem visitar o Museu do Louvre. Apesar de fundado em 10 de agosto de 1793, o espaço somente foi aberto ao público em 08 ...
READ MORE
Tratamento com pele de tilápia disputa prêmio
O “Tratamento de queimaduras e feridas com curativo biológico derivado de pele de tilápia” é um dos 15 finalistas da segunda edição do Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica. ...
READ MORE
Vadão convoca seleção feminina para Copa do Mundo 2019
O técnico da seleção brasileira de futebol feminino, Vadão, divulgou, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, os nomes das 23 ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
E MAIS: Abundância d’água em reservatório de Brasília. Parques substituem o carnaval dos brasilienses. PEC busca mais investimentos em infraestrutura. Rio de Janeiro mobiliza recursos em ajuda à indústria do ...
READ MORE
Vai começar mais um Maior São João do Cerrado
Entre os dias 09 e 11 de agosto acontece, em Brasília, o Maior São João do Cerrado, um grande palco da cultura nordestina em pleno Planalto Central, inteiramente voltado para ...
READ MORE
Constituição de 1891 - Senado Federal
Após a proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, a primeira Constituição republicana foi elaborada em 3 meses por uma Assembleia Legislativa para isso reunida Menos de dois anos ...
READ MORE
59o. Congresso Nacional de Hotéis
Entre os dias 08 a 10 deste mês de maio no Centro de Convenções de Goiânia, em Goiânia-GO, será realizada a 61ª edição do Congresso Nacional de Hotéis – Conotel ...
READ MORE
Em semana curta, deputados querem instalar comissões e votar lei contra pirataria
Esta será uma semana politicamente curta. Próxima quinta-feira já é feriado em Brasília. Em três dias de trabalho, nos quais, muitos parlamentares estarão viajando, por antecipação do feriado, a Câmara ...
READ MORE
Investigação: milhares de desempregados fazem doações a candidatos
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) identificou cerca de R$ 25 milhões pagos a fornecedores ou doados a candidatos às eleições municipais deste ano com algum indícios de irregularidade. São quase ...
READ MORE
Época, Isto É e Veja focam em temas
O mais que bicentenário Museu do Louvre
Tratamento com pele de tilápia disputa prêmio
Vadão convoca seleção feminina para Copa do Mundo
Recuperação do comércio mundial no último trimestre de
Vai começar mais um Maior São João do
24 de fevereiro de 1891: primeira Constituição republicana
61ª edição do Congresso Nacional de Hotéis começa
Em semana curta, deputados querem instalar comissões e
Investigação: milhares de desempregados fazem doações a candidatos
Sérgio Botêlho

Jornalista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Ajuda?
Olá!
Mande as ordens!
%d blogueiros gostam disto: