• 55 61 982648031
  • sergiobotelho@paraondeir.blog

Agenda: Senado privilegia segurança pública nesta semana

Agenda: Senado privilegia segurança pública nesta semana

Plenário do Senado durante sessão deliberativa extraordinária.
presidente do Senado, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE);
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Agenda do Senado Federal

Garantir as verbas orçamentárias destinadas à segurança pública contra eventuais contingenciamentos determinados pelo governo federal é tema de projeto que deve ser votado na próxima semana pelo Senado Federal. A proposta é de autoria do senador Flexa Ribeiro, do PSDB paraense.

O projeto vai à votação com o selo da urgência, já determinada pelos senadores, com o apoio do próprio presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB cearense, fazendo parte de um esforço que a Casa vem se impondo em favor de uma pauta que privilegie o setor da segurança pública.

Aprovar neste momento um projeto que proíbe contingenciamento em uma área tão sensível a todos os brasileiros como é a segurança pública é importante para que a gente possa dar a condição de que o Brasil volte a ter tranquilidade“, considera Eunício Oliveira.

Move os senadores o elevando grau de preocupação que o quesito segurança pública alcançou no meio da população, alarmada com os altos índices de criminalidade, que já provocou uma intervenção federal no setor, relativamente ao Estado do Rio de Janeiro.

À medida que cresce a percepção do perigo, e, por conseguinte, faz crescer o medo popular, aumenta, na mesma proporção, exigências por ações efetivas do poder público contra a violência e a criminalidade, o que pressupõe, evidentemente, a disponibilização de verbas públicas.

É sabido que esse é apenas um dos aspectos da luta empreendida pelos setores da segurança pública, isto é, o de verbas para o combate à criminalidade, mas, não menos importante. Por isso, a preocupação da Mesa do Senado Federal em buscar uma solução que proteja recursos, para esse fim, dos cortes orçamentários.

O que é contingenciamento

Vez por outra, alguns anos, mais, outros, menos, o governo se vê na obrigação de retardar, ou, ainda, deixar de executar itens da Lei Orçamentária votada pelo Congresso Nacional no ano anterior.

A limitação referida normalmente é definida logo no início do ano, quando o governo emite um Decreto de Contingenciamento, listando as verbas que serão contingenciadas.

 

 

Related Posts
Plenário da Câmara dos Deputados
Os projetos de iniciativa popular podem ter sua concepção facilitada caso seja aprovado, pela Câmara, projeto de Lei do Senado que abre a possibilidade de coleta de assinaturas eletrônicas de ...
READ MORE
Pauta da Câmara é dominada por Segurança Pública;
Sérgio Botêlho

Jornalista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Ajuda?
Olá!
Mande as ordens!
%d blogueiros gostam disto: