Pesquisa confirma más condições das rodovias no Brasil

Sofre o setor de cargas e de escoamento da produção agrícola, mas também o setor de turismo, prejudicado pela pandemia e pelas más condições das rodovias no Brasil

Recente pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT, confirmou o que todos os que viajam pelo Brasil já sabem: “a má conservação da malha rodoviária brasileira tem acentuado os prejuízos ambientais para a sociedade e especialmente para o transportador”. Segundo a CNT, “essa realidade se traduz em aumento de consumo de combustível e desgaste dos veículos, além de mais poluição e viagens mais exaustivas para os profissionais do transporte”. 

De acordo com matéria divulgada pela Agência CNT, “a pesquisa mensurou, ainda, o efeito da deficiência da infraestrutura rodoviária no consumo de combustível”. “Nesse cenário, diz a matéria, considerando apenas o diesel, é possível estimar que 956 milhões de litros foram consumidos de forma desnecessária por conta das condições desfavoráveis do pavimento, o que ocasionou uma descarga extra de aproximadamente 2,53 milhões de toneladas equivalentes de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera”. E conclui: “Seria necessário o plantio de mais de 15 milhões de árvores para neutralizar em duas décadas as emissões advindas do lançamento de gases na atmosfera em apenas um ano”. 

Desigualdades na América Latina

Turismo e economia no Brasil

Evidente que o prejuízo causado pelas más condições das rodovias no Brasil também atingem em cheio a economia do turismo, ainda mais quando se trata de observar o desenvolvimento do setor turístico no interior do país, na perspectiva, por exemplo, do turismo rural. 

Aliás, turismo e economia no país estão bastante ligados, com maior atenção agora que o país necessita recobrar o tempo perdido com a pandemia, que mais do que qualquer outro setor, prejudicou sensivelmente o do turismo.

Assim, não há outra palavra de ordem para a economia brasileira senão aquela que aponte para a recuperação de estradas, e, inclusive, a construção de outras, que contribuam para a promoção do turismo brasileiro que não pode ser entendido, apenas, como o turismo de sol e mar. As profundezas do Brasil são igualmente maravilhosas.

Íntegra da pesquisa

Síntese dos resultados: Brasil, regiões e estados

Principais dados

Edição do Para Onde Ir: Sérgio Botêlho, com informações da Agência CNT

You may also like

Leave a Reply