Peça recusada pela Funarte recebe apoio da prefeitura paulistana

Dizendo combater “veementemente qualquer tipo de censura”, o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, Ale Youssef, resolveu abrir espaços na cidade para peça do grupo A Motossera Perfumada.

Dizendo combater “veementemente qualquer tipo de censura”, o secretário de Cultura da cidade de São Paulo, Ale Youssef, resolveu abrir espaços na cidade para peça do grupo A Motossera Perfumada.

O grupo diz que recebeu comunicado da coordenadora interina da FUNARTE, Sharine Melo, e do administrador, Ricardo Dias, de que seu espetáculo teria a temporada, de fato, suspensa, e acusa Roberto Alvim de censurar o espetáculo tendo como base apenas sua sinopse. P

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.