Museu da Bíblia no DF: irregularidades técnicas e legais

Audiência na Câmara Legislativa revela problemas existentes no Museu da Bíblia do Distrito Federal

Em audiência pública da Câmara Legislativa (CLDF) na noite da última quinta-feira (12), arquitetos e representantes da sociedade civil e do setor cultural apontaram irregularidades técnicas e legais no projeto de construção do Museu da Bíblia no Eixo Monumental de Brasília. De acordo com o autor do debate, Fábio Félix (Psol), o equipamento, orçado em R$ 26 milhões, representa investimento maior do que todo o valor executado pelo DF via Lei Aldir Blanc. Ele também afirmou que não há transparência no processo e que a sociedade não foi ouvida. “A falta de diálogo resulta em ilegalidade, já que a Lei Orgânica estabelece rede de órgãos que precisa ser ouvida, como os Conselhos de Cultura”.

Para Fábio Félix, a prioridade do Governo do Distrito Federal (GDF) deveria ser a recuperação de museus que estão abandonados ou que precisam de reformas. Outra preocupação do parlamentar foi o possível favorecimento de apenas um segmento religioso, já que, segundo ele, o terreno foi doado pelo GDF para uma entidade evangélica privada, a Sociedade Bíblica do Brasil.

O distrital defendeu a suspensão do projeto para que haja uma discussão ampla, bem como a formação de grupo de trabalho para aprofundar o debate e promover ações judiciais contra as possíveis ilegalidades. Ele também apresentará projeto para revogar a lei que criou o museu.

A presidente do Conselho Regional de Cultura do Plano Piloto, Dayse Hansa, afirmou que o Projeto não atende às necessidades públicas, ressaltando que os equipamentos existentes é que deveriam ser revitalizados, como o Teatro Nacional, fechado há 10 anos. “Essa é uma das nossas prioridades. É inadmissível que um teatro tão importante para a cultura da nossa cidade e do nosso país ainda se mantenha fechado”.  Como desdobramento da audiência, Hansa defendeu a formação de um grupo de trabalho com representantes do GDF, do Ministério Público e da CLDF “para analisar as questões e encaminhar ao TCDF”. Sugeriu também a criação de outro grupo de para a criação, até o fim do ano, de um plano de gestão de todos os equipamentos culturais do DF. “É tempo de cuidarmos do nosso patrimônio material e imaterial, da cultura e dos agentes culturais”.

Irregularidades

Membro do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do DF, Luiz Otávio Rodrigues apontou “série de equívocos” no edital de licitação do projeto. Entre eles, o fato de ser um equipamento público destinado a uma religião específica, em detrimento das demais. “Trata-se da aplicação do dinheiro público, de todos os contribuintes, para privilegiar apenas pequena parcela da sociedade”.

Também destacou a falta de exigência no edital de inscrição de equipe multidisciplinar para a elaboração dos projetos executivos; a falta de minuta de contrato com a discriminação dos respectivos valores dos serviços; a previsão de sorteio para a escolha do vencedor; e o desrespeito a legislação de direitos autorais.

Segundo a vice-presidente da regional Centro-Oeste do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Laís Petra, esta é a nona vez que o GDF tenta construir o Museu. Ela relatou que o IAB encontrou “diversas irregularidades” no concurso, mas a impugnação foi dificultada: “De cara, o concurso não cumpre o próprio edital”. Petro afirmou que é obrigatório o contrato anexado; que houve subdimensionamento da equipe e a previsão de um prazo muito curto. “Quem fez não tem a menor ideia de como funciona um projeto de arquitetura. É totalmente impossível cumprir esse programa, não dá nem sequer para fazer o projeto legal”.

Para o advogado da Associação de Ateus e Agnósticos, Thales Bouchaton, o Museu da Bíblia “faz parte do projeto de captura do Estado por segmentos religiosos”. Ele também afirmou que o governador, Ibaneis Rocha, está utilizando o projeto para fins eleitorais. “O GDF, numa atitude absolutamente antidemocrática, cerceou qualquer debate”, ressaltou. Segundo o museólogo Newton Fabiano, o GDF “tem uma relação de violência” com cultura. “Todo ano é de pandemia para quem trabalha nos museus do DF, porque é um ano sem orçamento, planejamento e equipe”. Para ele, o Museu da Bíblia será “um equipamento particular, embora com verbas públicas”.

O historiador e membro da Associação Amigos do Centro Histórico de Planaltina, Yuri Soares, defendeu a recuperação de equipamentos existentes. “Discutir a criação de um espaço cultural religioso enquanto vários espaços estão abandonados é um escárnio com a população e com as nossas políticas culturais. A nossa urgência é evitar que o patrimônio já existente não caia aos pedaços”, criticou. Para o professor do departamento de Arquitetura e Urbanismo da UNB, Frederico Flósculo, o projeto fere os princípios republicanos, sendo o concurso feito “de uma maneira totalmente picareta”. Ele afirmou que o DF tem “gravíssimas falhas de laicismo”, com a ocorrência de um “tipo de aliança espúria entre lideranças religiosas que ficam usando o nome de Deus para se eleger e ter poder político e econômico”.

Único representante do GDF, o subsecretário de Gerenciamento de Recursos Externos, Guilherme Coelho, explicou que as verbas das emendas parlamentares federais destinas ao projeto, que somam R$ 14 milhões, estão no Ministério do Turismo e serão repassadas pela Caixa a partir das medições das etapas da obra.

Edição: Sérgio Botêlho

Da redação do Para Onde Ir, com informações da agência CLDF 

Related Posts
Yourube
Não tem como esconder a emoção quando se chega ao Largo São Pedro Gonçalves, no Varadouro. Além de uma parte do casario original e prédios em ruína, destacam-se a Igreja ...
READ MORE
Turismo religioso: Festa da Padroeira Nossa Senhora da Glória em Espera Feliz-MG
Há mais de 80 anos que o município de Espera Feliz, em Minas Gerais, realiza a Festa da Padroeira Nossa Senhora da Glória, reunindo milhares de fiéis que se deslocam ...
READ MORE
Igreja de São Frei Pedro Gonçalves - Foto: Prefeitura de João Pesssoa
Sérgio Botêlho - Há festas religiosas em João Pessoa que, embora não conhecidas da população da cidade, mais largamente, se constituem em tradições de muito tempo para parcelas do povo ...
READ MORE
Crédito da foto: Diocese de Cajazeiras
Sérgio Botêlho - O culto a Nossa Senhora do Bom Sucesso remonta, provavelmente, ao Século XVII, em Portugal. Embora haja histórias paralelas, consta que, em 1629, uma condessa viúva recebeu ...
READ MORE
Igreja da Misericórdia, em João Pessoa, guardiã da história e da fé
Sérgio Botêlho - Há um histórico templo do catolicismo, em João Pessoa, dedicado à invocação de Nossa Senhora da Misericórdia. Localizado em pleno centro da capital paraibana, a igreja, centenariamente ...
READ MORE
Igreja da Conceição em Patos. Foto: Diocese de patos
Sérgio Botêlho - A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Patos, foi a primeira construção católica da cidade. Inicialmente pertencente à Paróquia de Nossa Senhora do Bom ...
READ MORE
Turismo religioso: Itaguara sedia mais uma Festa de Nossa Senhora do Rosário
A cidade de Itaguara, em Minas Gerais, realiza mais uma Festa de Nossa Senhora do Rosário, manifestação centenária que chama a atenção pela devoção e história dos congadeiros da cidade. ...
READ MORE
Catholic Religion theme. Holy communion.
Dia 06 de agosto acontece a Festa de Nosso Senhor do Bom Jesus de Peixe Cru, no município de Turmalina, em Minas Gerais, uma festa de característica religiosa e que ...
READ MORE
Igreja Nossa Senhora da Conceição. Conde-PB. Foto: PB-Tur.
Sérgio Botêlho - São numerosas as manifestações de júbilo pela passagem do dia dedicado à Nossa Senhora da Conceição, na Paraíba. Principalmente no litoral paraibano, embora a invocação de Maria ...
READ MORE
Crédito da foto: PBTur.
Há uma história que até hoje emociona e revolta a população sertaneja. Trata-se do assassinato de uma criança pelos seus tutores. É parte de um enredo cruel em meio às ...
READ MORE
Igreja de São Frei Pedro Gonçalves é parte
Turismo religioso: Festa da Padroeira Nossa Senhora da
Festa da Conceição na Ilha da Santa: tradição
Igreja de Nossa Senhora do Bom Sucesso, em
Igreja da Misericórdia, em João Pessoa, guardiã da
Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Patos:
Turismo religioso: Itaguara sedia mais uma Festa de
Turismo religioso: Festa de Nosso Senhor de Peixe
Conde tem festa para a padroeira Nossa Senhora
Cruz da Menina: história cruel que emociona e

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.