Home office ganha projeção no trabalho; mas o que é home office?

Home office é um termo que vem ganhando projeção crescente dentro da pandemia. Ele é invocado quando se fala de trabalho. Dessa forma, vai se impondo como o novo normal em meio à tragédia do coronavírus.

Na verdade, o home office é uma prática que não é exatamente de agora. Contudo, ganhou muito mais o terreno da prática diária após o advento da internet. Somente assim é que adquiriu foros definitivos de contemporaneidade. 

O que é home office?

Home office é de forma bem literal um escritório em casa. Juntamente com a internet, o que possibilita o crescimento dessa forma de trabalho são os equipamentos à disposição, hoje em dia.

Estamos falando de computadores normais, laptops, smartphones e tablets. Dessa forma, usando esses instrumentos de trabalho contemporâneos, o cidadão passa a trabalhar de casa. Seja ele empresário, empregado ou freelancer.

A evolução do trabalho em casa se tornou ainda mais iminente com os graves problemas de deslocamento nas grandes cidades. Assim, ao invés de se deslocar por horas entre a casa e o trabalho, o home office acaba sendo a solução a empregados e patrões.

Principalmente, no caso, necessário levar em consideração, muitas vezes, o menor custo do trabalhador em home office para a empresa. Mas também, mesmo em se tratando de produtividade, pois há quem defenda que no trabalho em casa há mais produtividade.

Distanciamento social

Logo, a solução do home office veio a calhar frente à pandemia do coronavírus. Decerto, não há chance mais ao dispor de empresários e trabalhadores do que o trabalho em casa para manter o negócio funcionando por conta do isolamento social.

Normalmente, algumas profissões são mais tradicionais no home office. Exemplos: Afiliado de produtos, Agente de Viagens, Aluguel de quarto, Artesanato, Blogueiro, Cabeleireira, Cerimonialista, Coaching e Consultor.

E, ainda, Contador, Cozinheiro, Copywriting, Costura, Desenvolvedor de games, Desenvolvedor de softwares/websites, Designer gráfico e E-commerce. Ademais, Editor de vídeo, Escritor, Fotógrafo, Maquiador, Personal stylist, Personal buyer e Produção de alimentos.

Enfim, Produção de bebidas, Produtor de conteúdo, Professor online, Professor particular, Programador de Jogos Online, Profissional de beleza e estética. Profissional de Tecnologia da Informação, Redator de conteúdo, Revendedor(a) de produtos, Revisor de textos, Social media, Trabalho artesanal, Tradutor, Trader, Venda de artigos online, YouTuber

Agora, com o distanciamento social, firmam-se no trabalho a partir de casa jornalistas, advogados e servidores públicos de alguns setores. Com forte tendência a se firmarem em definitivo como trabalhadores a partir de escritórios em casa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.