7 de abril: Dia do Jornalista, conforme decisão da ABI

Ao se comemorar o Dia do Jornalista é necessário imaginar a profissão como intimamente ligada à liberdade de expressão e ao Estado de Direito

Ao se comemorar o Dia do Jornalista é necessário imaginar a profissão como intimamente ligada à liberdade de expressão e ao Estado de Direito

Sérgio Botêlho – No terreiro da Comunicação, o dia 7 de abril não é um dia qualquer. É nessa data em que se comemora o Dia do Jornalista, segundo estabelecido pela Associação Brasileira de Imprensa.

Curiosamente, o 7 de abril, no caso, do ano de 1831, marca a abdicação de Dom Pedro I em favor de seu filho, também chamado Pedro, ainda uma criança, e que viria a ser o imperador do Brasil sob o nome de D. Pedro II. 

Acontece que a decisão de Pedro I ganhou dimensão em virtude do assassinato, em 22 de novembro de 1830, do médico e jornalista Gionanni Battista Líbero Badaró, figura de destaque na ljuta contra a monarquia, como já havia sido pela independência do Brasil.

Quando a ABI decidiu pelo 7 de abril como Dia do Jornalista, associou a abdicação com o assassinato de Badaró e seu significado na contiuidade da luta que culminou com o ato do imperador, muito questionado por suas profundas ligações com Portugal.

O Dia do Jornalista acabou sendo estabelecido em 7 de abril de 1931, portanto, 100 anos depois da abdicação. Também em 7 de abril, no caso, de 1908, foi fundada a vetusta Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

O jornalista

Na sociedade civil, cabe ao jornalista, com independência e zelo, buscar informações sobre os fatos do dia a dia e reportá-las à comunidade, o que pressupõe a existência de liberdade de expressão e de imprensa, fundamentos de qualquer sociedade livre e democrática e que tenha compromisso com a verdade.

Assim, é obrigatório, e isso acontece normalmente, que o jornalista tenha compromisso irrestrito e esteja sempre engajado com esses princípios, considerados essenciais para o presente e o futuro da humanidade.

Enfim, o jornalismo deve ser naturalmente um ato humanista e conservacionista, uma vez que a preocupação central do jornalista deve ser com o ser humano, considerado em sua integridade como ser social e absolutamente dependente da natureza.

Salve o Dia do Jornalista!

You may also like

Comente