Artesãs mineiras do Vale do Jequitinhonha ganham exposição

“Pelas águas do Jequitinhonha me deixei levar” é o nome da exposição de peças em cerâmica de 130 artesãs mineiras 

Foi aberta na última quinta-feira (16), a exposição “Pelas águas do Jequitinhonha me deixei levar”, que reúne peças em cerâmica de 130 artesãs mineiras do Vale do Jequitinhonha. A iniciativa faz parte das ações do Sebrae Minas para divulgar a ‘marca território’, lançada em outubro deste ano, com o propósito de valorizar a origem e a identidade da região. As peças ficarão expostas até o dia 6 de março de 2022, das 10h às 16h, no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), no Centro do Rio de Janeiro. A entrada é gratuita.

“O CRAB é hoje uma das mais importantes vitrines do artesanato brasileiro. Ter uma exposição exclusiva com peças produzidas no Vale do Jequitinhonha é um reconhecimento da qualidade, diversidade e riqueza do artesanato da região. É também uma homenagem às artesãs que têm transformado a realidade do território”, justifica o diretor de Operações do Sebrae Minas, Marden Magalhães. 

Entre os produtos que estarão na ocupação, destaque para as tradicionais bonecas em cerâmica. Nas vitrines do CRAB também haverá peças decorativas e utilitários domésticos feitos por artesãs das comunidades de Coqueiro Campo, Campo Alegre (distritos de Turmalina), Cachoeira do Fanado (distrito de Minas Novas) e Santana do Araçuaí (distrito de Ponto dos Volantes). 

No evento de abertura, algumas artesãs do Vale do Jequitinhonha estiveram presentes. Elas ainda participaram de oficinas vivas e mostraram como são produzidas as peças artesanais em cerâmica.

A exposição “Pelas águas do Jequitinhonha me deixei levar” tem a curadoria de Ricardo Gomes Lima, professor e pesquisador do Centro Nacional de Cultura Popular (IPHAN / MinC – até 2011). As peças expostas também serão comercializadas na loja do CRAB. A ação promovida pelo Sebrae Minas tem o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, por meio da Diretoria de Artesanato (IDENE).

Marca território 

“Vale do Jequitinhonha” foi a primeira ‘marca território’ criada para o artesanato em Minas Gerais, lançada, este ano, pelo Conselho das Artesãs do Jequitinhonha em parceria com o Sebrae Minas. A iniciativa faz parte da estratégia para posicionar a região, divulgar sua identidade e origem do território como diferencial competitivo, contribuindo para o desenvolvimento econômico local, por meio de uma diferenciação sustentável e relevante de seus produtos e serviços.

Além da parceria para o desenvolvimento da ‘marca território’, o Sebrae Minas tem atuado em iniciativas de apoio ao acesso a mercados do artesanato regional, dando mais visibilidade e divulgação aos artesãos do Vale do Jequitinhonha, em grandes eventos do setor. 

Os artesãos ainda têm acesso às soluções voltadas para a gestão dos negócios e novas metodologias de trabalho, que utilizam a inovação e o design para o desenvolvimento de novas coleções e produtos, priorizando sempre a origem e a tradição local, além da promoção da cultura de cooperação entre as associações de artesãos. 

Sobre o CRAB

O Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB), criado em março de 2016, tem como missão promover o artesanato nacional e contribuir para qualificar a imagem dos produtos feitos à mão no Brasil. Suas galerias, abrigam ainda uma coleção permanente de 1.500 itens de todos os tipos, que representam a expressão da cultura popular e da criatividade brasileira. 

Localizado na Praça Tiradentes, no Centro da cidade, o CRAB possui uma estrutura moderna e sofisticada que convive com o padrão construtivo do século XVIII. Esse complexo arquitetônico faz parte do Corredor Cultural do Rio Antigo, criado para preservar áreas históricas. 

Em outubro do ano passado, foi lançado o desafio de conectar o CRAB com o Brasil. Assim, surgiu a ideia das mostras temporárias, apresentando o que há de mais significativo e relevante no artesanato de cada estado, criando assim as ‘ocupações’. 

Exposição “Pelas águas do Jequitinhonha me deixei levar”

Inauguração: 16 de dezembro, às 17h 

Abertura ao público: 17 de dezembro de 2021 a 6 de março de 2022, de terça a sábado, 10h às 16h. 

CRAB – Praça Tiradentes 67, Centro – Rio de Janeiro/RJ 

Entrada gratuita

Edição do Para Onde Ir: Sérgio Botêlho, com informações da Agência Sebrae

You may also like

Leave a Reply