Aldeia Digital, da Funesc, tem início nesta terça-feira, 20

O tema do primeiro Aldeia Digital será “Corpo Território: a arte como espaço das lutas indígenas na Paraíba”

“E índio tem smartphone?” Ora essa! Não só tem, como está em rede! Inĩ Pupé – em tupi-guarani – é “dentro da rede”! E é exatamente essa a ideia: da rede da aldeia para as redes do mundo! Entre 20 e 23 de abril, a Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza o ‘Aldeia Digital 2021 – Inĩ Pupé: Arte, Ciência e Direitos dos Povos Indígenas da Paraíba’, com ações em torno de arte, ciência e direitos dos povos indígenas da Paraíba. Serão quatro dias de debates online, torés eletrônicos, artes virtuais e terabytes de encantamentos com representantes dos povos Tabajara, Potiguara, Kariri e Tapuya Tarairiú na Paraíba.

Aldeia Digital
Foto: Edson Matos, de A União

A programação do Aldeia Digital começa nesta terça-feira (20), a partir das 19h, com mais uma edição do ‘Painel Funesc’. O tema será “Corpo Território: a arte como espaço das lutas indígenas na Paraíba”. Os debatedores do encontro serão os representantes indígenas Comadre Guerreira, Mestre Tonhô, Jailson Potiguara, Cleiton Potiguara, Luan Potiguara e Juscelino Tabajara, que serão mediados por Mariana Uchôa, com transmissão ao vivo via YouTube (youtube.com/funescpbgov). 

“Com esta programação, a Funesc reconhece na Paraíba a importância das novas gerações das nações indígenas originárias [Potiguara e Tabajara] empenhadas no resgate e reconstituição da ancestralidade, em nome de antepassados que lutaram incessantemente contra a exploração, a eliminação física e tentativas equivocadas de integração”, disse Walter Galvão, presidente da Funesc. 

Ainda conforme Galvão, jovens indígenas cientistas sociais, educadores, assistentes sociais, entre outras frentes, atuam na preservação de territórios físicos e simbólicos abrindo caminhos para um protagonismo o qual o Governo do Estado, através de políticas públicas específicas, fortalece. 

Esses quatro dias de evento online são comemorativos ao Dia dos Povos Indígenas, celebrado nacionalmente em 19 de abril. O Aldeia Funesc é realizado através de uma parceria entre a Funesc e a Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana, com idealização de Pedro Santos e execução de Mariana Uchôa e Iasypitã Potiguara. A programação acontecerá no canal da Funesc no YouTube, nas redes sociais da Fundação e também no programa Espaço Cultural (realizado pela Funesc na rádio Tabajara FM).

Painel Funesc – São convidados deste encontro: Comadre Guerreira, moradora da Aldeia Lagoa do Mato, em Baía da Traição. É artesã, raizeira e liderança na Associação das Mulheres Guerreiras Indígenas Potiguaras (AMGIP). No dia 15 de abril, inaugurou a Oka da AMGIP com o valor do prêmio Dona Lenita, da Lei Aldir Blanc/Secult-PB, que reconhece os mestres e mestras das culturas populares e tradicionais.

Mestre Tonhô, artesão, luthier e tocador de bombo no Toré Potiguara, da Aldeia São Francisco, em Baía da Traição. Foi premiado com o edital Dona Lenita, da Lei Aldir Blanc/Secult-PB. O Toré Potiguara recebeu o Prêmio Lenira Rita da Lei Aldir Blanc/Secult-PB, que reconhece os grupos das culturas populares e tradicionais.

Jailson Potiguara, tocador de gaita no Toré Potiguara, da Aldeia São Francisco, e Cleiton Potiguara, tocador de bombo no Toré Potiguara, integrante da Aldeia Alto do Tambá, Baía da Traição. Ambos receberam, através do Toré Potiguara, o Prêmio Lenira Rita da Lei Aldir Blanc/Secult-PB, que reconhece os grupos das culturas populares e tradicionais.

Luan Potiguara, professor de Etnohistória e Química, ativista, escritor e vereador, residente da Aldeia Monte-Mor, em Rio Tinto. Milita no movimento indígena regional desde os 18 anos e, há cerca de sete, participa de diversos eventos nacionais sobre políticas públicas para os povos indígenas. Ocupou o cargo de secretário municipal de Assuntos Indígenas, Meio Ambiente e Turismo da cidade de Rio Tinto, posteriormente foi eleito vereador do mesmo município, cargo que ocupa hoje. É membro da Academia de Letras, Ciências e Artes do Vale do Mamanguape.

Juscelino Tabajara, morador da Aldeia Barra de Gramame, Conde. É artesão, ativista, agricultor, pescador, mestrando em Antropologia pela UFPB e ativista do movimento indígena Tabajara do Litoral Sul da Paraíba.

A mediadora Mariana Uchôa é afro-indígena, historiadora, artista, ativista e produtora cultural e apresentadora na Funesc. É licenciada em História (UFPB – Universidad de Granada) e pós-graduada em Terapias Holísticas, além de co-fundadora da Rede CSA Parahyba, comunidade de pessoas na cidade que se auto-organizam, cultivando a economia solidária com agricultores familiares.

O ‘Painel Funesc’ estreou no dia 14 de julho de 2020 e, desde então, já foram realizados diversos encontros virtuais, semanalmente. A proposta do projeto é levar ao público discussões sobre diferentes linguagens artísticas, além de assuntos relacionados à produção cultural e à cena paraibana. Os encontros acontecem sempre às terças-feiras.  

Serviço:    

Painel Funesc     

Terça feira – 20/04/2021 – às 19h    

Tema: “Corpo Território: a arte como espaço das lutas indígenas na Paraíba” 

Convidados: Comadre Guerreira, Mestre Tonhô, Jailson Potiguara, Cleiton Potiguara, Luan Potiguara e Juscelino Tabajara.

Mediadora: Mariana Uchôa (produtora cultural – Funesc)

Transmissão: TV Funesc (youtube.com/funescpbgov)

Da redação do Para Onde Ir com informações da Secom-PB 

Related Posts
Vadão convoca seleção feminina para Copa do Mundo 2019
O técnico da seleção brasileira de futebol feminino, Vadão, divulgou, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, os nomes das 23 ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
Consórcio abre 500 vagas em São Paulo. OEA na luta contra as drogas. Embraer vende para a Air Peace, da Nigéria. Volta de brasileiro ao país só com teste negativo ...
READ MORE
Guerra à covid na PB: mais de 300 profissionais da Saúde são chamados
Governo do estado fez a convocação aos profissionais da Saúde para a guerra à covid na PB pelo Diário Oficial Hospital de Clínicas de Campina Grande vai poder contar nos próximos ...
READ MORE
Sábado 14 de septiembre de 2019

Con motivo de las fiestas pátrias, la comáñía "Tu Música en mi Silencio" ofreción un concierto en Lengua de Señas Mexicana para personas con discapacidad auditiva, dentro del Museo  de la Ciudad de México. 

Fotografía: Jesús Murillo / Secretaría de Cultura de la Ciudad de México.
Momento sublime, por ocasião da abertura da semana da pátria, no México, cuja independência se comemora nesta segunda-feira, 16 de setembro. A companhia "Tu Música en mi Silencio" ofereceu um ...
READ MORE
Praia de Fagundes - Crédito: Prefeitura de Lucena
Sérgio Botêlho - Entre as praias de Lucena, uma delas tem especial destaque no quesito tranquilidade e limpeza: a Praia de Fagundes. Afinal, faz parte de um litoral particularmente belo ...
READ MORE
Mudas frutíferas e raquetes de palma são distribuídas com população
A distribuição das mudas frutíferas e das raquetes de palma é ação conjunta do governo paraibano e da Prefeitura Municipal de Prata O Governo do Estado, por meio da Empresa de ...
READ MORE
Reembolso de passagens aéreas canceladas já tem critérios em vigor
Foi sancionada a lei que dá às companhias aéreas o prazo de 12 meses para o reembolso de passagens aéreas a consumidor que teve seu voo cancelado entre 19 de ...
READ MORE
Luiza apenas quer atender ao mercado, ao capitalismo, seus tolos!
Sérgio Botêlho - A ação do Magazine Luiza em busca de trainees pretos chocou os tolos. Especialmente aqueles que vivem falando de liberalismo econômico sem saber o que estão dizendo. ...
READ MORE
OIT alerta para novas formas de escravidão no Brasil e no mundo
Por ocasião do 13 de maio, que marca a libertação oficial dos escravos, no Brasil, a Organizaõa Internacional do Trabalho (OIT) emitiu alerta, ao Brasil e ao mundo, para novas ...
READ MORE
Crédito da imagem: Canva
5 senadores disputam presidência do Senado. Vacinação de idosos começa em Brasília. CNT divulga relatório dos acidentes de trânsito. Energia: bandeira tarifária segue amarela. 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_  *ECONOMIA DO TURISMO*, Ano ...
READ MORE
Vadão convoca seleção feminina para Copa do Mundo
DF vai liderar Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Brasil
Guerra à covid na PB: mais de 300
Dança por sinais
Praia de Fagundes: tatuís e caiçaras atestam limpeza
Mudas frutíferas e raquetes de palma são distribuídas
Reembolso de passagens aéreas canceladas já tem critérios
Luiza apenas quer atender ao mercado, ao capitalismo,
OIT alerta para novas formas de escravidão no
CNC reclama da carga tributária considerada ‘sufocante”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.