12 de abril de 1961: Gagarin realiza 1º voo espacial humano

Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas instituiu 12 de abril, o Dia Internacional do Voo Espacial Humano

Voo espacial humano
NASA. O Escritório para Assuntos Espaciais, Unoosa, promove a cooperação internacional para o uso pacífico e exploratório do espaço

Em 12 de abril de 1961 aconteceu a viagem do cosmonauta Yuri Gagarin ao espaço. Na ocasião, ele orbitou a Terra tornando-se o primeiro homem a atingir o feito. 

Para celebrar a viagem e o início da era especial para o mundo, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas instituiu 12 de abril, o Dia Internacional do Voo Espacial Humano

Paz 

Segundo a ONU, “este evento histórico trilhou o caminho para a exploração espacial, beneficiando toda a humanidade”. 

O Escritório para Assuntos Espaciais, Unoosa, promove a cooperação internacional para o uso pacífico e exploratório do espaço, garantindo que as tecnologias espaciais continuem beneficiando diversos setores. 

Para o Escritório, o Dia é uma oportunidade de destacar a contribuição da ciência e da tecnologia para a conquista dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e garantir que o espaço seja utilizado apenas para fins pacíficos. 

Benefícios 

Desde o início da era espacial, as Nações Unidas reconheceram que o espaço sideral acrescentou uma nova dimensão à existência da humanidade.  

O setor agrícola, por exemplo, depende das informações de satélites para monitorar solos e eventos climáticos como secas e chuvas, informações essenciais para o sucesso das plantações e colheitas. 

Já os satélites de comunicação enviam sinais de voz, vídeo e imagens, tornando possível, por exemplo, a transmissão de canais de televisão e a troca de informações pelos celulares. 

Carta Magna 

Reconhecendo o interesse comum da humanidade, a Assembleia Geral adotou sua primeira resolução sobre o tema, intitulada “Questão do Uso Pacífico do Espaço Sideral”, em 1958. 

Em 10 de outubro de 1967, o Tratado sobre os Princípios que Regem as Atividades dos Estados na Exploração e Uso do Espaço Exterior, conhecido como a “Carta Magna do Espaço”, entrou em vigor. 

Hoje, o Unoosa é o Escritório da ONU encarregado deste tema, implementando as responsabilidades do secretário-geral e mantendo o Registro da ONU de Objetos Lançados no Espaço Exterior. 

You may also like

Leave a Reply