Documentário alagoano “Visão das Grotas” ganha prêmio internacional

Filme alagoano “Visão das Grotas” foi exibido na sessão “Covid Cities” e premiado no 11º Fórum Urbano Mundial, realizado na Polônia

Produzido por jovens de comunidades periféricas de Maceió, o documentário “Visão das Grotas” passa a levar na bagagem um troféu internacional. Na última semana, o curta venceu a categoria Raising Voices do Better Cities Film Festival, mostra que integrou a programação da 11ª sessão do Fórum Urbano Mundial (WUF, na sigla em inglês). A produção é fruto do Projeto Emergencial de Combate à COVID-19 do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), realizado em 2020.

Realizado na Polônia de 26 a 30 de junho, o festival buscou discutir questões urbanas e habitacionais por meio do audiovisual. O “Visão das Grotas” foi exibido na sessão Covid Cities, junto a outros projetos que também mostraram como o meio urbano foi impactado durante a pandemia. 

Após o WUF, a First+Main Films, produtora do festival de cinema, vai levar os filmes vencedores a outras cidades de diferentes países, ampliando o impacto das exibições e fazendo com que mais pessoas tenham acesso às discussões que as obras levantam. 

“O Better Cities Film Festival vai trabalhar com cidades anfitriãs em todo o mundo, permitindo que comunidades em todos os lugares exibam essas histórias e inspirem conversas e mudanças em suas próprias cidades”, destacou o sócio-cofundador da First+Main Films, John Paget

Roteiro – Lançado ainda em 2020, o curta-metragem alagoano aborda o cotidiano da pandemia de COVID-19 nas grotas de Maceió, um dos tipos mais comuns de assentamentos precários da cidade. “Sabia, desde a produção do filme, que ele iria alcançar vários voos, mas não imaginava que seriam tão altos assim. Esses resultados são muito significantes para o povo periférico. Espero continuar com esse desejo de provocar transformações a partir do cinema”, compartilhou a jovem Ewerlyn Marília, integrante da equipe do Visão das Grotas.  

A produção do documentário foi um dos pontos centrais do Projeto Emergencial de Combate à COVID-19 do ONU-Habitat. O filme veio ao ar após uma série de oficinas de comunicação popular realizadas remotamente com os jovens participantes e mediadas por um outro grupo, composto por mobilizadores, comunicadores sociais e tutores.  

“É muito importante que jovens pretos e periféricos desenvolvam a autonomia de narrar suas próprias trajetórias e a gente tenha o registro delas para que em época nenhuma vivamos o apagamento dessas narrativas. As histórias precisam ser contadas e precisam ser contadas por quem as vive”, pontuou uma das tutoras do projeto, a alagoana Letícia Sant’Ana. 

Analista de Programas do ONU-Habitat, Paula Zacarias destaca que a premiação posiciona o documentário num cenário internacional de projeção e visibilidade, ampliando para outros contextos urbanos o diálogo que o filme proporciona.  

“O curta contribui para o debate sobre como as cidades e as comunidades periféricas enfrentaram e têm enfrentado a pandemia, levando para a tela pautas não só sobre o impacto da COVID-19, mas outras geradas por desigualdades estruturais do ponto de vista socioeconômico, territorial, de gênero, raça, entre outras interseções. O filme coloca uma lente muito sensível e humana sobre esses pontos e faz isso a partir da perspectiva de uma geração decisiva para a construção de cidades melhores”, ressaltou a analista. 

O Visão das Grotas também já venceu dois prêmios nas categorias “Melhor Performance” e “Júri Popular” da Mostra Sururu de Cinema Alagoano, considerada a mais importante do estado.

Confira a lista completa de vencedores do Better Cities Film Festival.

You may also like

Comente

Up ↑

%d bloggers like this: