• 55 61 982648031
  • sergiobotelho@paraondeir.blog

Vale dos Dinossauros: destaque pré-histórico do Sertão paraibano

Vale dos Dinossauros

Vale dos Dinossauros: destaque pré-histórico do Sertão paraibano

Em Sousa, no Sertão Paraibano, o destaque é pré-histórico, na forma do Vale dos Dinossauros, momento singular no roteiro turístico estadual

A descoberta na região do Rio do Peixe, mais precisamente na cidade de Sousa, no Sertão Paraibano, de referências materiais que marcam a presença de diversos animais pré-históricos, transformaram o local em forte atrativo para a ciência e para o turismo.

Dessa forma, o estado da Paraíba passou a roteiro nacional do turismo ligado à pré-história mundial, onde podem ser vistos e pesquisados rastros e trilhas fossilizadas de mais de 80 espécies em cerca de 20 níveis estratigráficos.

O Vale dos Dinossauros é hoje uma unidade de conservação do estado da Paraíba, criada em 27 de dezembro de 2002 pelo Decreto Estadual N.º 23.832 e classificada como um Monumento Natural.

Em toda a região, encontram-se rastros fossilizados cujo tamanho varia de 5 cm (de um dinossauro do tamanho de uma galinha), até 40 cm, como as pegadas de iguanodonte de 4 toneladas, 5 metros de comprimento e 3 metros de altura. A maioria das pegadas são de dinossauros carnívoros.

Existe também (embora em menor quantidade), marcas petrificadas de gotas de chuva, plantas fósseis, ossadas parciais de animais pré-históricos e pinturas rupestres feitas pelos antigos habitantes. Estas últimas localizam-se principalmente no Serrote do Letreiro (em Sousa) e Serrote da Miúda (nos municípios de São Francisco e Santa Cruz).

Período cretáceo

Na região da América Latina é o maior conjunto de pegadas de dinossauros provenientes da fase inicial do período Cretáceo. No entanto, já começa a haver preocupação com o risco de destruição devido ao mau estado de proteção de determinados locais com presença de pegadas.

Enfim, uma visita digna de qualquer roteiro turístico que envolva a Paraíba ou estados vizinhos como Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte, com elogios registrados na internet, de forma positiva, por quem já visitou a unidade de conservação sousense.

Related Posts
Pombal: poesia urbana de inestimável valor histórico e cultural
Desde 04 de abril de 2002 que Pombal tem o seu centro histórico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep). Não, sem um certo ...
READ MORE
Crédito da foto: Câmara Municipal de Princesa Isabe.
Cidade que já foi proclamada Território Livre, Princesa Isabel, na Paraíba, foi cenário de episódios históricos nacionalizados Caminhar pelas ruas de Princesa Isabel provoca inevitavelmente uma vibração diferente. Principalmente, se o ...
READ MORE
Youtube.
Cidade de Pilar, na Paraíba, tem uma longa trajetória marcada por ciclos econômicos, e com centro histórico tombado As primeiras notícias sobre a fundação da cidade de Pilar, na Paraíba, datam ...
READ MORE
Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, no Poço: muita história a contar
Sérgio Botêlho - A pequena Igreja de Nossa de Nazaré, na Praia do Poço, distrito de Cabedelo, já tem mais de século de história. No entanto, ela revive outro templo ...
READ MORE
Centro Histórico de Mamanguape: um dos retratos da história paraibana
A povoação da região do município de Mamanguape, a partir da foz do rio do mesmo nome, remonta mesmo ao início das visitas estrangeiras ao litoral paraibano, mais precisamente franceses ...
READ MORE
Casarão dos Azulejos: beleza arquitetônica única em João Pessoa
Sérgio Botêlho - Não há construção similar ao destacado prédio conhecido como Casarão dos Azulejos, na capital paraibana. Embora o seu múltiplo uso, ao correr do tempo, haja descaracterizado sua ...
READ MORE
Facebook
Sérgio Botêlho - À direita da PB-011, que vai da BR-101 a Forte Velho, dentro do município de Santa Rita, existe a Capela de Santana do Gargaú, bastante deteriorada, mas ...
READ MORE
Crédito: Prefeitura de Pedras de Fogo
Sérgio Botêlho - A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Pedras de Fogo, é obra religiosa cuja conclusão data de finais do século XIX. Para não fugir da regra, ...
READ MORE
Igreja da Conceição, em Sapé: recanto de fé e respeito à história
Sérgio Botêlho - A atual Igreja da Conceição, em Sapé (terra do poeta Augusto dos Anjos), foi inteiramente concluída, com a atual fachada, nos idos de 1929, portanto, há quase ...
READ MORE
Bananeiras: clima de serra, casario preservado e muita história
Parte do perímetro frio da Paraíba, Bananeiras transpira simpatia e cenários típicos de ricas épocas de domínio do café e da cana de açúcar Numa época em que sequer o trem ...
READ MORE
Pombal: poesia urbana de inestimável valor histórico e
Princesa Isabel respira história por todos os poros
Pilar: a cidade onde nasceu José Lins do
Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, no Poço:
Centro Histórico de Mamanguape: um dos retratos da
Casarão dos Azulejos: beleza arquitetônica única em João
Capela de Santana do Gargaú: muita história coberta
Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Pedras
Igreja da Conceição, em Sapé: recanto de fé
Bananeiras: clima de serra, casario preservado e muita
Sérgio Botêlho

Jornalista

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Ajuda?
Olá!
Mande as ordens!
%d blogueiros gostam disto: