Transporte coletivo pessoense tem sanitização fiscalizada pelo Procon-JP

Medida foi adotada no transporte coletivo pessoense em operação realizada pelo órgão, com apoio da Secretaria de Mobilidade Urbana

Medida foi adotada no transporte coletivo pessoense em operação realizada pelo órgão, com apoio da Secretaria de Mobilidade Urbana

As empresas de transporte coletivo de João Pessoa foram notificadas pelo Procon-JP para apresentar, em até cinco dias, um plano de sanitização com protocolos de higiene para serem adotados dentro dos ônibus.  A medida foi adotada após uma operação de fiscalização realizada pelo órgão, com apoio da Semob, Vigilância Sanitária e que teve início na madrugada desta quarta-feira (24) nas garagens das empresas e se estendeu até os terminais ônibus da Lagoa e Varadouro.

A ação da Prefeitura de João Pessoa vem para reforçar o decreto publicado na terça-feira (23) no Semanário Oficial, que estabelece regras mais rígidas para conter a disseminação do novo coronavírus. “A sanitização está sendo feita apenas em rota, por isso nós notificamos as empresas para apresentar um plano mais completo, com a comprovação de que ele está sendo realizado de fato, além da apresentação de nota fiscal dos produtos de higiene”, explicou o secretário Rougger Guerra (Procon-JP). “No caso de alguma irregularidade nesse plano, as empresas terão dez dias de prazo para apresentar defesa”, completou o secretário que confirmou a autuação de uma empresa por descumprimento de medidas sanitárias.

Nos terminais de ônibus a operação verificou o cumprimento dos protocolos de capacidade máxima de passageiros– hoje são permitidas 50 pessoas sentadas e 12 em pé – além das marcações para locomoção, uso de máscara e disponibilidade de álcool em gel.  “Aqui é uma parte mais delicadas, por conta da grande movimentação de pessoas. Mas nós vamos ser bastante rígidos para que as medidas estabelecidas pela Secretaria Municipal de Saúde sejam cumpridas”, afirmou Rougger Guerra que coordenou a ação ao lado do superintende da Semob, George Morais.

Em outra frente

Também nesta quarta-feira (24) o Procon-JP, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam) e órgãos estaduais, continuam a operação “Previna-se”, com a fiscalização do cumprimento das medidas para conter a disseminação do coronavírus previstos nos decretos municipal e estadual em bares, restaurantes, escolas, academias e no comércio da Capital. Essa ação seguirá um cronograma diário de fiscalizações e vai durar enquanto os decretos estiverem vigente.  

Texto: Max Oliveira

Edição: Neide Donato

Da Redação do Para Onde Ir, com informações da Secom-JP

You may also like

Comente