Municipalistas expõem preocupação com os mínimos a saúde e educação

Mínimos a saúde e educação e auxílio emergencial são petições da CNM ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que defende equilíbrio fiscal

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, reuniu-se remotamente nesta quinta-feira (25) com lideranças do movimento municipalista para discutir sua pauta prioritária no âmbito do Legislativo. O presidente da Confederação Nacional dos Municípios revelou sua preocupação com o fim dos mínimos estabelecidos para a educação e para a saúde. 

Pacheco ouviu as reivindicações e defendeu junto aos prefeitos a busca pelo equilíbrio fiscal e simplificação do sistema tributário para que União, estados e municípios consigam superar a crise econômica e assegurar as políticas públicas, principalmente nas áreas da saúde e da educação.

A pauta de prioridades do movimento municipalista dá destaque à retomada do auxílio emergencial para a população mais vulnerável e à prorrogação do decreto de calamidade, enquanto o país ainda enfrenta a pandemia da covid-19. Também há temas econômicos, como o parcelamento da dívida previdenciária, o novo Pacto Federativo e a reforma tributária.

—  Trata-se de uma síntese da pauta de interesse dos municípios e temos uma responsabilidade enorme em trabalhar essas questões com a urgência que os temas exigem. Reafirmo a defesa do federalismo e o fortalecimento dos municípios, buscando o equilíbrio necessário — disse o presidente do Senado.    

Educação e saúde públicas

De acordo com Glademir Aroldi, presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a entidade atuará junto à Câmara e ao Senado com foco em medidas para o enfrentamento das dificuldades econômicas e sociais.

— Nos preocupa de sobremaneira o fim dos mínimos estabelecidos para a educação e para a saúde. As pessoas estão nos municípios. Se hoje há dificuldades para os investimentos necessários em educação e saúde, em razão dessa falta de equilíbrio, imagina se esses repasses não forem obrigatórios? — questionou o presidente da CNM. 

No Senado, a CNM acompanha a votação da PEC do Pacto Federativo (PEC 188/2019). O artigo que prevê a extinção de mais de 1,2 mil municípios brasileiros é um ponto considerado inaceitável pela confederação. O movimento municipalista também está atento à emenda 30, que estabelece critérios de distribuição das receitas do petróleo. No encontro, o presidente do Congresso Nacional reafirmou sua posição contrária à extinção dos municípios.

Da Redação do Para Onde Ir, com Agência Senado, e Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado 

Related Posts
Retorno remoto das aulas, fechamento da orla, mais ônibus e mais leitos decidem Azevedo e Cícero para enfrentar Covid
O governador João Azevêdo se reuniu, nesta segunda-feira (22), no Palácio da Redenção, em João Pessoa, com o Comitê Gestor da Saúde e com o prefeito da Capital paraibana, Cícero ...
READ MORE
Café quente. Crédito: Canva
Pesquisa da UFPB constata que café servido muito quente, como acontece em João Pessoa, e pode matar, pois, dessa forma, bebida é cancerígena O café, em João Pessoa - não se ...
READ MORE
Crédito da foto: Aruba
E MAIS: Salão do Artesanato da Paraíba será virtual. Porto de Santos incrementa investimentos esperando privatização. OMT vai investir na educação online a trabalhadores do setor. Contratos de concessões começam ...
READ MORE
Material escolar
A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB) realizou uma segunda pesquisa comparativa de preços de material escolar e encontrou variações de até 247,06%. Essa ...
READ MORE
Bett Educar 2019: 7 dias dedicados à Educação
Vai começar o Bett Educar 2019, o maior congresso de Educação da América Latina que se realizará em São Paulo no período de 14 a 17 deste mês de maio, ...
READ MORE
Canal Futura apetrecha Fundac com Maleta Juventudes
Maleta Juventudes é projeto da Fundação Roberto Marinho que procura valorizar trajetórias pessoais, projetos de vida e promoção social O trabalho realizado no âmbito da socioeducação levou a Fundação Desenvolvimento da ...
READ MORE
Combate ao coronavírus deve ser prioridade absoluta ao país
Economia não tem chance de recuperação sem retorno da confiança geral na saúde ao nível anterior à pandemia, impondo-se o combate ao coronavírus Sérgio Botêlho - Não há nada mais importante, ...
READ MORE
Prefeitos da Grande João Pessoa e governador planejam vacinação
Foi discutida na reunião com os prefeitos da Grande João Pessoa a logística dos municípios para a aplicação das doses das vacinas contra a Covid-19 em março O governador João Azevêdo ...
READ MORE
Segurança Pública paraibana intensifica vigilância contra aglomerações
Operação Previna-se vai atuar com rigor na orla e região metropolitana, na vigilância contra aglomerações, para o combate à Covid Articular ações para salvar vidas. Esse é o objetivo da Secretaria ...
READ MORE
Médico paraibano Marcelo Queiroga é cotado para ministro da Saúde
Após pedido de afastamento feito por Pazuello, Queiroga está entre os candidatos a substituir o general como ministro da Saúde Segundo vem divulgando a imprensa nacional, médico paraibano pode assumir o ...
READ MORE
Retorno remoto das aulas, fechamento da orla, mais
Café servido muito quente pode até matar, diz
Aruba exige teste de brasileiros que chegam ao
Itens do material escolar variam em até 247%
Bett Educar 2019: 7 dias dedicados à Educação
Canal Futura apetrecha Fundac com Maleta Juventudes
Combate ao coronavírus deve ser prioridade absoluta ao
Prefeitos da Grande João Pessoa e governador planejam
Segurança Pública paraibana intensifica vigilância contra aglomerações
Médico paraibano Marcelo Queiroga é cotado para ministro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.