Migração ilegal é desarticulada no Norte do Brasil

Operação Open Borden teve como objetivo desarticular organização criminosa envolvida com migração ilegal em território brasileiro

Operação Open Borden teve como objetivo desarticular organização criminosa envolvida com migração ilegal em território brasileiro

Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira, 30/11, a Operação OPEN BORDER*, com objetivo de desarticular uma organização criminosa que seria especializada na promoção de migração ilegal em território brasileiro.

A PF foi autorizada a cumprir nove mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária de Roraima, sendo dois na cidade de Bonfim, fronteira com a Guiana, e sete em Boa Vista.

A investigação foi iniciada com a prisão em flagrante de dois suspeitos quando adentravam ilegalmente o território nacional com 21 estrangeiros em uma van, com o fim de obter vantagem econômica.

O grupo criminoso atuaria na fronteira do Brasil com Guiana e teria realizado a travessia de centenas de migrantes com a cobrança de elevados valores em dólar.

As ações ocorreriam na madrugada e contariam com a participação de barqueiros, que fariam a travessia do rio que divide os países. Após cruzarem a fronteira, os migrantes permaneceriam na mata até serem abordados pelos agentes responsáveis diretamente pela travessia.

O grupo contaria com uma estrutura que envolveria motoristas, caseiros, olheiros e barqueiros, que garantiriam a chegada das vítimas até Manaus. Hotéis e pousadas também seriam utilizadas pelo esquema e hospedariam os migrantes sem a apresentação de qualquer documentação, tanto no Brasil como na Guiana.

A investigação aponta que o grupo criminoso também possuiria relacionamentos em outros países, como na República Dominicana.

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

You may also like

Comente