MANCHETES E EDITORIAIS DE 15.11.2023

Calor faz consumo de energia bater recorde no país, que tem de importar energia e acionar termoelétricas. Assunto é pauta das manchetes dos jornais O Globo e Folha. No Estadão, declarações de Lula sobre a Guerra do Oriente Médio, comparando ações do Hamas às de Israel são a tônica da manchete do jornal paulista.

Manchetes do dia:

“Consumo bate recorde, e país tem de importar energia e acionar termoelétricas. Com reservatórios cheios, ONS não vê risco de desabastecimento.” Manchete de capa do O Globo.

“Lula iguala Israel a Hamas; lideranças judaicas contestam. Presidente fala em atos de ‘terrorismo’ de Israel e é rechaçado.” Manchete de capa do Estadão.

“Calor faz consumo de energia bater recorde pelo segundo dia. Operador Nacional do Sistema afirma não haver riscos no abastecimento.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Conflito em Gaza exige mais equilíbrio de Lula. Ao receber brasileiros repatriados, presidente fez paralelo descabido entre Israel e grupo terrorista Hamas.” Editorial do O Globo.

“Visita de ‘dama do tráfico’ expõe ministério a constrangimento. Pasta da Justiça mudou protocolos de acesso depois que mulher de chefe de facção esteve com dois secretários.” Editorial do O Globo.

Lula e a má-fé da esquerda. Presidente distorce o cenário da guerra e confirma o ranço ideológico da esquerda primitiva.” Editorial do Estadão.

O problema de um STF protagonista. Avanços sociais ocorrem pelo exercício efetivo de cidadania, não por um Judiciário dito esclarecido.” Editorial do Estadão.

O cacoete do controle de preços. Órgão anunciado por ministro enfraquece ANP e se imiscui no mercado de combustíveis.” Editorial do Estadão.

“Calor, fogo e fumaça. El Niño, aquecimento global e queimadas fazem de 2023 um ano de recordes no Brasil e no mundo.” Editorial da Folha.

“Gastando muito mal. Em meio a recorde geral de despesas, programa de alfabetização prioritário ainda não usou verbas.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 14, em alta de 2,29%, a 123.166 pontos. O dólar terminou o dia em queda de -0,96%, a R$ 4,86.

You may also like

Comente