Itacoatiaras do Ingá: mistério arqueológico que seduz e intriga

A 105 quilômetros de João Pessoa há um mistério da comunicação pré-histórica, as Itacoatiaras do Ingá, que desafiam o entendimento humano atual

Já os índios potiguaras que ocupavam o litoral e boa parte do Brejo paraibano não conseguiam explicar o que significavam aquelas inscrições rupestres a intrigar os colonizadores portugueses. Se limitavam a dizer que era uma pedra pintada, na linguagem dos nativos, uma itacoatiara.

O mistério continua ainda hoje, à espera de um Champollion contemporâneo que dê ordem compreensiva daquela possível mensagem, ao seu tempo, e aos tempos futuros, incluindo o nosso.

Por enquanto, constitui-se apenas em um  conjunto de figuras diversas, entalhadas na pedra, que sugerem a representação de animais, frutas, humanos e constelações como a de Órion, que encantam, por nos ligar a humanos que viveram no local há, certamente, milhões de anos.

As inscrições, em busca de significado, estão numa formação rochosa em gnaisse cobrindo uma área de cerca de 250 m². No seu conjunto principal, um paredão vertical de 50 metros de comprimento por 3 metros de altura, e nas áreas adjacentes.

O local é de visita obrigatória em qualquer roteiro turístico paraibano, e, mesmo, de estados vizinhos. Afinal, “o sítio encontra-se protegido como patrimônio cultural pelo Iphan desde maio de 1944, com inscrições no Livro de Tombo das Belas Artes e no Livro do Tombo Histórico, sendo o primeiro monumento de arte rupestre protegido no Brasil e o único reconhecido também pelo seu conteúdo artístico, além da importância histórica”.

RELAÇÃO DOS 5.570 MUNICÍPIOS BRASILEIROS, COM RESPECTIVAS DATAS DE ANIVERSÁRIO

Fontes:

Itacoatiaras do Rio Ingá

http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/824

Pedra do Ingá

https://pt.wikipedia.org/wiki/Pedra_do_Ing%C3%A1

Vídeo:

Pedra do Ingá

 

Publicações sobre Economia do Turismo Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Santa Rita DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA
Related Posts
Foto: Youtube Divulgação
Na Ponta do Cabo Branco, a Estação Ciência se destaca em cenário paradisíaco que emoldura o litoral de João Pessoa Uma das últimas obras de Oscar Niemeyer é a Estação Cabo ...
READ MORE
Nossa Senhora dos Navegantes: um dia inteiro de festa em Marcação
Sérgio Botêlho - Dentro das tradições indígenas do município de Marcação, a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes - que, para parte das religiões afro-brasileiras é a representação católica de ...
READ MORE
Youtube.
Cidade de Pilar, na Paraíba, tem uma longa trajetória marcada por ciclos econômicos, e com centro histórico tombado As primeiras notícias sobre a fundação da cidade de Pilar, na Paraíba, datam ...
READ MORE
Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem-Alagoa Grande: destaque histórico
Alagoa Grande é um dos municípios paraibanos que nasceu e cresceu à sombra da lavoura da cana de açúcar, embora tenha se firmado enquanto vila um pouco depois de cidades ...
READ MORE
Google
Sérgio Botêlho - No Centro Histórico de João Pessoa, entre as magníficas obras arquitetônicas de época, situa-se a três vezes centenária Casa da Pólvora e Armamentos, testemunha da maior parte ...
READ MORE
Crédito da foto: Rafael Passos - Setur-JP
Lourdes Luna, Gonzaga Rodrigues, José Octávio, Ângela de Castro, Celso Mariz, Juarez Batista, Virginius da Gama, Linduarte Noronha, Severino Ramos, Hélio Zenaide e Neroaldo Pontes são alguns deles A Fundação Casa ...
READ MORE
Bananeiras: clima de serra, casario preservado e muita história
Parte do perímetro frio da Paraíba, Bananeiras transpira simpatia e cenários típicos de ricas épocas de domínio do café e da cana de açúcar Numa época em que sequer o trem ...
READ MORE
Igreja do Rosário: testemunha viva da história de Jaguaribe
Sérgio Botêlho - Apesar de relativamente mais nova, com relação a outras igrejas da capital paraibana, a Igreja do Rosário é parte viva da história da formação urbana, religiosa e ...
READ MORE
Foto: IBGE
Sérgio Botêlho - Há duas igrejas entre Santa Rita e Cruz do Espírito Santo que merecem destaque por se constituírem em curiosa e idêntica referência, tanto antiga quanto importante, à ...
READ MORE
Youtube
Você junta a fama de que foi Cajazeiras quem ensinou a Paraíba a ler, com a fome de cultura expressa na vontade de sua juventude, eventos culturais importantes, a tradição ...
READ MORE
Estação Ciência, assinada por Niemeyer, na Paraíba, é
Nossa Senhora dos Navegantes: um dia inteiro de
Pilar: a cidade onde nasceu José Lins do
Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem-Alagoa Grande:
Casa da Pólvora, em João Pessoa: mais de
Interlocutores do autor de A Bagaceira comporão galeria
Bananeiras: clima de serra, casario preservado e muita
Igreja do Rosário: testemunha viva da história de
Capela de Nossa Senhora Perpétuo Socorro, em Santa
Cajazeiras: terra da educação e da cultura, e

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.