Fapesq consegue aprovação de R$ 11,3 milhões de investimentos em programas de pós-graduação

As quatro propostas apresentadas pela Fapesq foram habilitadas pela comissão técnica da Capes

Fapesq consegue aprovação de R$ 11,3 milhões de investimentos em programas de pós-graduação

A Paraíba está sendo contemplada com novos investimentos para a pós-graduação, por meio de propostas apresentadas pelo Governo do Estado, por intermédio da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), no Edital do Programa de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG) – Parcerias Estratégicas nos Estados III, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). 
 
As quatro propostas apresentadas pela Fapesq foram habilitadas pela comissão técnica da Capes e beneficiarão 30 programas de pós-graduação de instituições de ensino superior públicas da Paraíba, com 40 bolsas de mestrado, 84 de doutorado e 12 de pós-doutorado. Isso representa um investimento de aproximadamente R$ 11,3 milhões, recursos da Capes (em bolsas) e contrapartida da Fapesq (recursos próprios).
 
As propostas visam captar recursos para o apoio a Programas de Pós-Graduação em Instituições Públicas de Ensino Superior (IES) do estado da Paraíba, na categoria de consolidados, preferencialmente cursos com conceitos 6 e 5. Em alguns casos serão apoiados programas com escore 4 por conta da relevância. Os Programas são reconhecidos pela produção científica e pela geração de recursos humanos altamente qualificados, desenvolvendo pesquisas que interessam a setores crescentes na economia paraibana, sendo uma política de estímulo à formação da Tríplice Hélice, onde a Academia trabalha em parceria com o governo e o setor privado, buscando soluções para o auxílio das questões da sociedade, realizando um retorno dos investimentos realizados pelo governo do Estado. 
 
A Fapesq, no exercício de sua missão, dispõe de um comitê formado pelas pró-reitorias de pós-graduação das Instituições Públicas Paraibanas que constituem o sistema de pós-graduação do estado, fato este que facilitou a realização das oficinas para estabelecimento das prioridades estratégicas a serem contempladas nos projetos. Logo, levando em consideração o papel imprescindível das Instituições Públicas de ensino superior, como atores estratégicos no processo de desenvolvimento regional, os projetos buscaram captar recursos para o apoio de pesquisadores (discentes) dos Programas de Pós-Graduação de Instituições Públicas de Ensino Superior do estado da Paraíba na categoria consolidados, que se encaixam nos eixos considerados prioritários para o estado da Paraíba. 
 
Segundo a coordenadora de Programas e Projetos da Fapesq, Patrícia Costa, a aprovação dos projetos que compõem este plano é de extrema importância para o fortalecimento sinérgico dos presentes Programas de Pós-Graduação. As propostas da Fapesq têm suas temáticas baseadas nas Grandes Áreas do Conhecimento classificadas pela Capes, e que se encaixam perfeitamente nas áreas consideradas estratégicas e relevantes para o desenvolvimento científico e tecnológico no Estado da Paraíba, estimulando pesquisas constituída por quatro projetos, a saber: Projeto 1- Promoção e Fortalecimento aos Programas de Pós-graduação Consolidados e em consolidação em Ciências Agrárias do Estado da Paraíba; Projeto 2- Promoção e Fortalecimento aos Programas de Pós-graduação consolidados em Engenharia e Infraestrutura do Estado da Paraíba; Projeto 3 – Promoção e Fortalecimento aos Programas de Pós-graduação consolidados em Saúde e bem estar do Estado da Paraíba; Projeto 4- Promoção e Fortalecimento aos Programas de Pós-graduação consolidados e em consolidação na área de Humanas do Estado da Paraíba.
 
Serão beneficiados no Projeto 1 os PPGs das áreas: Agronomia (UFPB), Biotecnologia – Rede Renorbio (UFPB), Ciência e Tecnologia de Alimentos (UFPB), Zootecnologia (UFPB), Engenharia Agrícola (UFCG), Ciência e Saúde Animal (UFCG), Ciências Agrárias (UEPB); Projeto 2 – Neurociência Cognitiva e Comportamento (UFPB), Sociologia (UFPB), Psicologia Social (UFPB), Letras (UFPB), Linguística (UFPB), Ciências Sociais (UFCG), Linguagem e Ensino (UFCG), Literatura e Interculturalidade (UEPB); Projeto 3 – Multicêntrico em Ciências Fisiológicas (UFPB), Ciências Biológicas – Zoologia (UFPB), Modelos de Decisão e Saúde (UFPB), Ciências da Nutrição (UFPB), Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos (UFPB), Enfermagem (UFPB), Odontologia (UEPB); Projeto 4 – Engenharia Elétrica (UFCG), Engenharia Civil e Ambiental (UFCG), Ciência e Tecnologia Ambiental (UEPB), Ciência e Engenharia de Materiais (UFCG), Engenharia Mecânica (UFPB), Ciência e Engenharia de Materiais (UFPB), Engenharia Civil e Ambiental (UFPB), Arquitetura e Urbanismo (UFPB).
 
Todos os quatro projetos serão beneficiados (cada) com 10 bolsas de mestrado, 21 de doutorado e 3 para Estágio Pós-Doutoral. Cada projeto foi aprovado com valor de R$ 2.822.040,00, sendo R$ 2.170.800,00 em bolsas Capes e R$ 651.240,00 de contrapartida da Fapesq em custeio. Os projetos terão 48 meses de duração, com início a partir de março deste ano e término previsto para fevereiro de 2027.

You may also like

Comente