Destaques da Economia Para Onde Ir 24.02.2022

Destaques da Economia Para Onde Ir 24.02.2022: Governo anuncia novo saque do FGTS. Dólar fecha a R$ 5,00.

“Novo saque do FGTS pode beneficiar 40 milhões de trabalhadores e liberar mais de R$ 20 bi. Dólar fecha a R$ 5 e tem menor cotação desde junho; entenda. Brasil segue como rota de investimentos estrangeiros em meio à crise na Europa. IPCA-15 é o maior para fevereiro desde 2016 e vai a 10,76% em 12 meses. Indicador de inflação sobe 0,99% neste mês, acima das expectativas do mercado’”.*Na Folha*.

“Governo quer novo saque do FGTS de até R$ 1.000, com injeção de R$ 30 bi na economia. Reforma tributária: novo relatório amplia período de transição e volta à CCJ após Carnaval. Julgamento do STJ sobre cobertura dos planos de saúde empata, ministro pede vista e análise é adiada. Petrobras deve divulgar lucro recorde em 2021, de R$ 100 bilhões. RECEITA FEDERAL, Com lucro maior de empresas, arrecadação bate recorde em janeiro. Resultado representa um aumento real de 18,30% na comparação anual*No O Globo*.

“CÂMBIO. Dólar fecha a R$ 5, no menor valor desde 30 de junho; na mínima, moeda caiu a R$ 4,99. Alta da Selic, a taxa básica de juros brasileira, e a valorização das commodities explicam o recuo da moeda. Governo quer liberar saques de até R$ 1 mil do FGTS após carnaval. Medida pode alcançar 40 milhões de pessoas e injetar até R$ 30 bilhões na economia. ” *No Estadão*.

“Consumidor deve se preparar para novo aumento nos preços dos combustíveis. Em entrevista ao Correio nesta quarta-feira (23/2), o presidente do Sindicombustíveis, Paulo Tavares, afirmou que a gasolina apresenta defasagem de R$ 0,50.” *No Correio Braziliense*.

“Dólar fecha em queda e vai aos R$ 5 com fluxo e repatriação. Esse é o menor nível desde 30 de junho, quando a moeda encerrou em R$ 4,9728. Conjuntura. Risco fiscal sob controle e alta de juros explicam dólar a R$ 5, dizem SPX e Verde. Para gestores, risco de ruptura nas contas públicas e aperto monetário ajudam a valorizar a moeda brasileira. Dívida Pública Federal sobe 0,05% em janeiro, para R$ 5,616 trilhões. No período, enquanto a Dívida Pública Mobiliária Federal Interna aumentou para R$ 5,367 trilhões, a Dívida Federal Externa diminuiu para R$ 249,44 bilhões.  *No Valor Econômico*.

“RG único terá o número do CPF e será emitido gratuitamente, mas não substitui passaporte ou CNH. Decreto presidencial determina que institutos de identificação têm até 6 de março de 2023 para se adequarem às mudanças.” *No Zero Hora*.

“REMUNERAÇÃO. Governo de PE anuncia reajuste para servidores”. No Diário de Pernambuco*.

“Servidores do Ipsemg entram em greve por recomposição salarial. Manifestação fechou a Alameda Ezequiel Dias, em frente ao hospital do Ipsemg, no Centro de Belo Horizonte; categoria pede reajuste salarial”. No Estado de Minas.

Destaques da Economia na Grande Mídia

*Editoriais do dia*:

_*O GLOBO*_. 

É preciso investigar intervenção de Flávio na Receita. A Procuradoria-Geral da República tem o dever não apenas de levar adiante as acusações contra Flávio no caso das “rachadinhas” — que a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) tratou de esvaziar numa decisão questionável —, mas também de abrir uma nova investigação para apurar a intervenção dele na Receita.”

*VALOR ECONÔMICO*_

“Cenário para inflação segue sem sinais de melhora. Quase um ano depois de o BC ter começado a aumentar os juros, os índices continuam a mostrar reajustes disseminados de preços.”

Bolsa de Valores

O Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) em baixa de -1,01%, a 111.757 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,95%, a R$ 5,00.

Destaques:

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Turismo

Sinopse de Economia Para Onde Ir Sérgio Botêlho

You may also like

Comente