Coronavírus afeta indústria; investidor busca proteção

Coronavírus afeta indústria; investidor busca proteção. Estes são os destaques econômicos da grande mídia, nesta sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Destaques do dia:

“Coronavírus afeta indústria; governo deve revisar PIB. Sem peças, empresas brasileiras dão férias coletivas; Ministério da Economia pode cortar projeção de crescimento.” Manchete de capa do Estadão.

“Investidor busca proteção, mas ainda opta pelo risco. Gestores vendem, por exemplo, papéis de empresas aéreas, que vêm perdendo muito valor, e compram ações de bancos, que são boas oportunidades de ganho no momento, segundo especialistas. ” Manchete de capa do Valor Econômico.

“Tensão política leva equipe econômica a segurar reformas. Equipe de Guedes decide segurar projetos por causa da tensão política.” Destaque de capa do O Globo.

“Empresas globalizadas mudam rotina por causa do coronavírus. Companhias cancelam ou restringem viagens, dão prioridade a reuniões por teleconferência e adotam ‘home office’.” Destaque de capa do O Globo.

“Encalhe de navio com minério pode custar mais de R$ 1 bi. Embarcação foi encalhada no Maranhão com 295 mil toneladas de minério.” Destaque de capa do O Globo.

“Moeda americana renova recorde, a R$ 4,476. Pela manhã, divisa foi negociada a R$ 4,50, e BC entrou no mercado com US$ 1 bi. Bolsa brasileira tem nova queda, de 2,59%, enquanto índices americanos perdem mais de 4% com casos de coronavírus na Califórnia.” No O Globo.

“Turbulência exige cuidado com os investimentos. Para quem está na Bolsa, especialistas recomendam não vender. Aqueles que têm recursos parados podem buscar títulos públicos.” No O Globo.

“Empresas globalizadas mudam rotina por causa do coronavírus. Companhias cancelam ou restringem viagens, dão prioridade a reuniões por teleconferência e adotam ‘home office’.” No  O Globo.

“Fabricantes de máscaras já sentem falta de matéria-prima. Em algumas farmácias, há dificuldade para encontrar produto e álcool em gel.” No  O Globo..

“Queda na venda de cerveja na China afeta AB Inbev. Maior cervejaria do mundo, dona da Ambev, prevê queda de 10% no lucro no primeiro trimestre.” No  O Globo..

“Contas públicas têm superávit recorde em janeiro. Tesouro, Banco Central e Previdência registram resultado de R$ 44,1 bi no início do ano e superam previsões do mercado. Valor é influenciado por aumento da arrecadação de impostos cobrados de empresas.” No  O Globo..

“Encalhe de navio com minério pode custar mais de R$ 1 bi. Embarcação foi encalhada no Maranhão com 295 mil toneladas de minério.” No  O Globo..

“Míriam Leitão: A economia mundial mergulhou num grau enorme de incerteza com o avanço do coronavírus, no Brasil um conflito institucional provocado pelo próprio presidente Jair Bolsonaro torna nebuloso o cenário de tramitação de reformas, alguns estados começaram a tomar decisões que agravam o rombo fiscal, as projeções de crescimento do PIB estão sendo revistas para baixo.” No O Globo.

“Empresas europeias mandam funcionários trabalhar de casa. Ao se espalhar pela Europa e Ásia, vírus está se tornando uma ameaça mais imediata a todos os tipos de negócio. ” No Estadão.

“Mercado global tem novo dia de tensão. Temores com expansão da epidemia do coronavírus fazem Ibovespa cair 2,59% e dólar subir a R$4,47; Bolsas de Nova York mergulham.” No Estadão.

“Governo e Congresso ainda negociam emendas impositivas. Superávit primário de R$ 44,12 bi do governo central em janeiro surpreende; é o melhor resultado desde 1998.” No Estadão..

“Juros do cheque especial caem de 247,6% ao ano para 165% ao ano. Dados apresentados pelo BC mostram que recuo ocorreu depois que foram baixadas novas normas no fim de 2019. ” No Estadão..

“Bolsas dos EUA batem recordes negativos. ” Destaque de capa da Folha.

“Nelson Barbosa: Vírus só agrava quadro do que já era ruim na economia.” Destaque de capa da Folha.

“Doença pode afetar o crescimento, afirma secretário.” Destaque de capa da Folha.

“Bruno Boghossian: Empresários pegam carona em artaques.” Destaque de capa da Folha.

“Com coronavírus, estimativas para o crescimento do PIB recuam até 1,4%.” Na Folha.

“Bank of America reduz previsão do PIB brasileiro em 2020 para 1,9%.” Na Folha.

“PAINEL S.A. Procon vai monitorar preços de máscaras e álcool gel.” Na Folha.

“Navio encalhado tem cerca de 4 mil toneladas de óleo, diz Ibama.” Na Folha.

“Petrobras desiste de vender Gaspetro em Bolsa.” Na Folha.

“VINICIUS TORRES FREIRE: Economia não tem bala para enfrentar o coronavírus.” Na Folha.

“Orçamento impositivo não é o fim do mundo, diz secretário do Tesouro.” Na Folha.

“Governo central registra superávit de R$ 44,1 bi em janeiro, maior da série histórica para o mês.” Na Folha.

“Dívida pública federal cai 0,45% em janeiro e atinge R$ 4,23 trilhões. ” Na Folha.

“NELSON BARBOSA: Maior risco é país andar para trás, com crise institucional e fiscal.” Na Folha.

“Lagarde indica que BCE não reagirá a surto. Presidente do Banco Central Europeu minimizou chances de ações imediatas por causa da disseminação do coronavírus. ” Destaque de capa do Valor Econômico.

“Trump corre risco de perder duas vezes. Embora o coronavírus não tenha se disseminado no país, empresas não conseguem componentes, hotéis e resorts registram menos turistas, e varejistas temem que estoques sejam insuficientes.” Destaque de capa do Valor Econômico.

“Em São Paulo, um ‘mini Mato Grosso’. Na safra 2019/20, a área de soja deverá somar 100 mil hectares em Capão Bonito, ou cerca de 60% do território do município.” Destaque de capa do Valor Econômico.

“Japoneses levam a Santher por R$ 2,3 bilhões. Valor oferecido pela Daio Paper e pela trading Marubeni não inclui o endividamento da companhia brasileira, que no fim de setembro era de R$ 600 milhões. ” Destaque de capa do Valor Econômico.

“A era do declínio da verdade. Humanidade começa a se dar conta de um tempo que muitos vêm chamando de “a era da desinformação”.” Destaque de capa do Valor Econômico.

“Receita extra melhora situação de Estados. Índice de endividamento caiu em 20 dos 26 entes federativos, mas aumentou no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.” Destaque de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

“Contágio econômico. Coronavírus eleva pessimismo global; no Brasil, tensão política é risco extra.” Editorial da Folha.

“Presidente ajuda a piorar expectativas do mercado. Não bastasse o coronavírus, Planalto deteriora as projeções para a economia brasileira.” Editorial do O Globo.

Depreciação do real não deve ter grande fôlego. Com a queda dos juros domésticos, o custo da defesa do real via swaps também caiu, o que amplia a capacidade de resistência à instabilidade”. Editorial do Valor Econômico.

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 27, em mais um dia de forte queda (-2,59%). O dólar terminou o dia em alta de 0,77, ao preço recorde de R$4,48.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.