Eder Jofre, em 18 de novembro de 1960, campeão mundial de boxe

Há 59 anos, em 18 de novembro de 1960, o brasileiro Eder Jofre ganhava o título mundial de Peso Galo. A luta foi contra o mexicano Eloy Sanchez, com enorme repercussão no Brasil.

Sérgio Botêlho

Há 59 anos, em 18 de novembro de 1960, o brasileiro Eder Jofre ganhava o título mundial de Peso Galo. A luta foi contra o mexicano Eloy Sanchez, com enorme repercussão no Brasil. Dessa maneira, o país tinha mais um grande ídolo no esporte. Ainda mais, depois da imortalização dos que conquistaram a Copa do Mundo de 1958, na Suécia.

Assim, o Brasil começava, pelo esporte, a escapar daquele ‘complexo de vira lata’ detectado e cunhado pelo dramaturgo Nelson Rodrigues. Com efeito, ao lado de Eder e da seleção brasileira brilhavam esportistas da categoria de Maria Esther Bueno (a Bailarina do Tênis) e de Ademar Ferreira da Silva (bicampeão olímpico de salto triplo em 1952 e 1956). Portanto, o Brasil respirava orgulho pelo esporte.

Breve biografia de Eder Jofre

O pugilista Eder Jofre nasceu no bairro do Peruche, em São Paulo, no dia 26 de março de 1936. Portanto, tem hoje 83 anos completados. Seu pai, o argentino Jose Aristides Jofre, era formado em Educação Física e dedicado ao boxe.

Para completar, a mãe de Eder, dona Angelina, era filha de Ilgino Zumbano, pertencente a uma família tradicionalmente ligada ao pugilismo. Desse jeito, aos 4 anos de idade, Eder Jofre e sua irmã andavam pelos circos e academias paulistas se exibindo em luas de boxe, segundo registro do São Paulo Futebol Clube, ao qual era filiado Éder Jofre.

“Éder venceu praticamente todos os campeonatos amadores existentes, dos certames da Gazeta, a torneios internacionais, como a Taça Ramón Perdon Platero, disputada entre Brasil e Uruguai e até os Jogos Olímpicos”, registra, com orgulho, o São Paulo.

Na sequência, a glória absoluta. Basta dizer que Eder Jofre foi considerado o maior pugilista mundial da década de 60. Desse jeito, maior até que Muhammad Ali, o icônico peso pesado norte-americano daquela época.

Em sua vida profissional como pugilista Eder Jofre enfrentou 81 lutas. Dessas, venceu 75, empatou 4 e perdeu duas (ambas, contestadas). Enfim, das 75 vitórias conquistadas, 50 delas foram por nocaute.

Curiosidade de Eder Jofre

Um fato curioso na vida de Eder Jofre foi o reconhecimento oficial do título obtido em 1960. Embora já consagrado no Brasil e extraoficialmente no mundo inteiro, só bem recentemente o título de 60 foi homologado.

Para ser mais preciso, em 25 de outubro passado, ou seja, com o pugilista do alto de seus 83 anos. Foi quando a convenção anual do Conselho Mundial de Boxe homologou a conquista. O que fez de Eder Jofre tricampeão mundial de Boxe. Uma glória esportiva brasileira.

Memória

Este é mais um capítulo das memórias de cada dia, do Para Onde Ir.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.