Por que o Aedes Aegypti volta a preocupar em João Pessoa?

Como as autoridades municipais estão se movimentando para o combate ao aedes aegypti, causador da dengue e outras doenças, na capital paraibana?

O verão chegou e com ele os riscos de proliferação do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, Zika e Chikungunya. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa, por meio da Divisão de Vigilância Ambiental, alerta a população para redobrar os cuidados e a atenção para evitar que utensílios domésticos jogados ao relento acumulem água e se tornem depósito para o mosquito.

O chefe de Vigilância Ambiental Nilton Guedes diz que todos os anos a Secretaria redobra as campanhas e orientações à população neste período. “O lixo depositário é propício para a reprodução do mosquito, que além da dengue, também é transmissor do Zika, Chikungunya e outras doenças graves. O Aedes aegypti precisa de pequena proporção de água para se reproduzir”,destaca o diretor.

Devido a pandemia, a Divisão de Vigilância Ambiental não está realizando visitas domiciliares. O trabalho tem se intensificado nos cemitérios, sucatas, borracharias, onde sempre são acumulados pneus velhos. “Mas estamos trabalhando para que a população não relaxe no combate à dengue, realizando um trabalho frequente, através do telefone, tirando dúvidas, dando orientações e recebendo denúncias”, diz Nilton Guedes.

O que diz a ciência

O mosquito Aedes aegypti precisa de pequena proporção de água parada para se reproduzir. No verão, estação de condições climáticas adversas, de calor intenso e chuvas temporárias, é um quadro favorável a sua reprodução. Por isso, a necessidade de uma maior vigilância e controle no ambiente domiciliar, jardins, caixas d’água,terrenos abandonados e outros locais.

 “Neste momento, com a limitação de alguns de nossos serviços, a população precisa ajudar com ações individuais: limpando seus quintais, organizando o lixo e tendo atenção para tudo que possa acumular água e ser criadouro para o Aedes”, diz Nilton Guedes.

Ele chama a atenção de moradores de residenciais dizendo que os cuidados não limitam-se a quem mora em casas. Dentro dos apartamentos também existem lugares que podem acumular água e se tornarem criadouros, a exemplo dos potes de água para animais, jarros em varandas, reservatórios de água para pássaros, áreas de serviços (atrás da máquina de lavar roupa), aparador de água de filtros de parede, hortas e vasos nas janelas e sacadas.

Os cuidados devem ser dobrados para as áreas comuns dos condomínios residenciais. Podem ser focos: piscinas e hidromassagem sem cobertura, churrasqueiras, play, floreiras, lava pés de piscinas, bromélias em jardins, instalações de salão de festas, banheiros e copa.

Denúncias

A população deve ficar atenta e denunciar localidades com possíveis focos do Aedes aegypti, através dos telefones 0800.282.7959 ou 3214.5718. Também podem denunciar através do email:coessmsjp@gmail.com

Terrenos abandonados – Nos casos de terrenos abandonados, as denúncias devem ser encaminhadas à Emlur (Autarquia Municipal Especial de Limpeza Urbana), por meio do telefone: 0800-083-2425

Com informações da Secom-JP

Publicações sobre Economia do Turismo

DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA 

Related Posts
Estudo revela mais completo fóssil de pterossauro descoberto no Brasil
Pterossauro encontrado na Chapada do Araripe, no Ceará,  preservou a maior parte dos ossos e até tecidos moles, no processo de fossilização Entre 145 milhões e 100,5 milhões de anos atrás, ...
READ MORE
Foto: Canva
Medidas sociais adotadas pelo governo paraibano visam reduzir impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus As medidas sociais anunciadas pelo governador João Azevêdo, a fim de minimizar os impactos econômicos ...
READ MORE
Rio antecipa vacinação para faixa de 43 a 47 anos
Tem Rio antecipa vacinação, e mais: Bolsa e dólar; empresários lançam a campanha Unidos pela Vacina 🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_ *TRANSVERSAIS DO TURISMO*, Ano II, Nº 188 de 27.6.21  Rio antecipa vacinação para ...
READ MORE
2.400 ipês são catalogados em João Pessoa, pela prefeitura
Prefeitura tem 2.400 ipês catalogados e floração embeleza vários locais em João Pessoa. Ipê é uma palavra derivada do Tupi (ï pé), que significa “árvore cascuda”. Nativa da Mata Atlântica, principal ...
READ MORE
Crédito da foto: Canva
06Avaliação dos impactos da pandemia reuniu dirigentes da Secretaria de Turismo da capital e entidades do trade turístico A Prefeitura de João Pessoa deu sequência à série de reuniões com representantes ...
READ MORE
Mais de 4 mil multas por estacionamento irregular em João Pessoa
Fevereiro nem acabou, mas só este ano já são 4.159 infrações de trânsito relacionadas a estacionamento irregular na Capital. Os dados são da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João ...
READ MORE
O contragolpe da Covid-19, na Europa: e nós aonde vamos?
Sérgio Botêlho - Na Europa há choro e ranger de dentes por todo canto devido ao contragolpe da Covid-19, a bater na porta do povo europeu. Antecedendo a recidiva, uma ...
READ MORE
O Governador de São Paulo, entrega novo trem da CPTM linha Rubi. Local: São Paulo. Data: 02/09/2016 Foto: Ciete Silvério/A2IMG
Na cidade de São Paulo, nesta quarta-feira, 08, tem vacinação contra febre amarela, mais precisamente para os passageiros que utilizam a Linha 7-Rubi, que terão a oportunidade de se vacinar ...
READ MORE
Radiotelescópio Bingo se viabiliza com apoio do governo da Paraíba
Radiotelescópio Bingo resulta de uma grande colaboração científica e funcionará em Aguiar, na Paraíba, fincado na ciência e alcance turístico Com o início das operações programado para o segundo semestre de ...
READ MORE
Transporte coletivo pessoense tem sanitização fiscalizada pelo Procon-JP
Medida foi adotada no transporte coletivo pessoense em operação realizada pelo órgão, com apoio da Secretaria de Mobilidade Urbana As empresas de transporte coletivo de João Pessoa foram notificadas pelo Procon-JP ...
READ MORE
Estudo revela mais completo fóssil de pterossauro descoberto
Governo da Paraíba registra apoios por medidas sociais
Rio antecipa vacinação para faixa de 43 a
2.400 ipês são catalogados em João Pessoa, pela
Impactos da pandemia alimentam reunião sobre turismo em
Mais de 4 mil multas por estacionamento irregular
O contragolpe da Covid-19, na Europa: e nós
São Paulo vacina contra febre amarela
Radiotelescópio Bingo se viabiliza com apoio do governo
Transporte coletivo pessoense tem sanitização fiscalizada pelo Procon-JP

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.